terça-feira, 12 de setembro de 2017

Futebol de Juíz de Fora

Pelé em visita Juiz de Fora em Maio de 1996. O então ministro extraordinário dos Esportes foi recepcionado com festa pelos meninos do projeto "Bom de bola, bom de escola". (Foto: Acervo de Gilson Assis) 


Equipe de futebol do Manchester. Neymar, o pai, foi anunciado pelo Manchester em 1994. No jogo de estreia, Neymar Júnior, então com dois anos, também aparece na foto com o time.

O Manchester não era o United e nem o City, mas o de Juiz de Fora.
O time mineiro, fundado naquele mesmo ano, era a fusão dos três tradicionais times da cidade: Tupi, Tupynambás e Sport.

No jornal da época, "Neimar" foi tratado como o grande nome do time para a disputa da série C do Campeonato Brasileiro. "Meu estilo é esse mesmo, agredir a defesa do adversário", admitiu à imprensa local.

A passagem de Neymar pai pelo clube durou apenas duas semanas. Foram quatro jogos e nenhum gol marcado. A trajetória do Manchester também foi curta.


Em um ano já não existia mais. A foto acaba sendo uma relíquia e uma prova da existência de um time que nasceu e logo morreu.  (Fonte:http://sportv.globo.com/site/blogs/especial-blog/alambrado/post/o-manchester-da-familia-neymar.html

Equipe de Futebol do Tupi, durante o Campeonato Mineiro de 1981.
Em pé: Lilinho - Marco Antônio - Marcio Carrapato - Júlio Maravilha - Bodega e Júlio Cesar. Agachados: Pullig – Formiga – Nequinha – Paulinho - Carlos Alberto e Chicletes. (Foto: Acervo de Simón Eugénio Sáenz Arévalo)


Um Jogo Inesquecível. No dia 26 de julho de 1979, no campo do Sport Club Juiz de Fora (na Avenida Rio Branco), o time principal do Flamengo, do Rio de Janeiro, enfrentou a equipe de futebol do ABCR.

O placar foi 7 X 0 para o Flamengo. Tita marcou quatro gols, Adílio fez dois e Júlio César fez um. Quase oito mil pagantes.

O Flamengo trouxe à cidade a base de um time que encantou o Brasil e o mundo nos anos seguintes:

Cantarelli – Rondinelli – Leandro – Tita - Cláudio Adão - Júlio César – Adílio e Andrade, dentre outros. (Foto: Acervo de Vanderlei Dornelas Tomaz)

Bairro de Lourdes . Esporte Clube São Carlos, em 17 de agosto de 1971. Campo do São Carlos. Evento: 21º Aniversário de Fundação. Adversário: Versalhes F.C. Resultado: São Carlos 5 X 1 Versalhes. Gols: Luiz (2), Renato (2) e Vitório para o São Carlos.

Em pé: Jésus (diretor esportivo) – Dirceu – Betinho – Almir - Zé Carlos – Reginaldo – Adãozinho - Renato e Peruca (técnico). Agachados: Márcio – Evandro – Walter – Vitório – Renato - Luiz e Amendoim (massagista). (Foto: Acervo de Luiz Cipriano da Silva, extraída do Blog Maria do Resguardo - Publicada no blog mauricioresgatandoopassado.blogspot.com.br)


Time do Zebrão, cuja sede ficava na Avenida Garibaldi em frente ao Colégio Santos Anjos. Em pé: Waltinho (técnico) – Rominho – Renê – Helimar – Patinho - Ivan Bailarino - Preto e Mussoline (Massagista). Agachados: Mundinho (torcedor) – Ademir – Brechó – Banas - Paulo Henrique e Rubinho. Final dos anos de 1970, inicio dos anos de 1980. (Foto: Acervo de Ely Nascimento)
Equipe de Futebol do Sport Campeão em 1967. (Foto: Acervo de Simón Eugénio Sáenz Arévalo Publicada no blog mauricioresgatandoopassado.blogspot.com.br)


Equipe de futebol do Pigalle, um dos restaurantes mais badalados de Juiz de Fora em 1965. Era localizado na Rua Halfeld, onde atualmente esta a Palimontes. (Foto: Acervo de Celene Prata )

Equipe de Futebol do Esporte Clube Benfica em 1964. (Foto: Acervo de Mauro Jesus Fonseca - Publicada no blog mauricioresgatandoopassado.blogspot.com.br)  


Campo do Industrial Mineira. A.B.C Campeão. Provavelmente em 1963. Foi o único Título do A.B.C. Segunda Divisão da L.D.J.F. (Foto: Acervo de Simón Eugénio Sáenz Arévalo - Publicada no blog mauricioresgatandoopassado.blogspot.com.br)

Garrincha e Elza Soares em Juiz de Fora. Foto: Data e local desconhecidos. (Foto: Arquivo de Roberto Dornellas ou Jorge Couri)

Tupi, década de 1960. (Foto: Acervo de Simón Eugénio Sáenz Arévalo - Publicada no blog mauricioresgatandoopassado.blogspot.com.br )


Equipe de Futebol do Tupi. Década de 1960. (Foto: Acervo Simón Eugénio Sáenz Arévalo - Publicada no blog mauricioresgatandoopassado.blogspot.com.br )


Equipe de Futebol do Tupi. João Pires é o primeiro agachado da esquerda para direita. Década de 1960. (Foto: Acervo de Simón Eugénio Sáenz Arévalo - Publicada no blog mauricioresgatandoopassado.blogspot.com.br)


Flamenguinho do Futrica. Década de 1960. (Foto: Acervo Sidney Vieira, Bar do Futrica)

Bairro Poço Rico, no Estádio José Paiz Soares, provavelmente na década de 1960. (Foto: Acervo de Simón Eugénio Sáenz Arévalo - Publicada no blog mauricioresgatandoopassado.blogspot.com.br)


Equipe do Tupynambás, (Baeta), década de 1960. (Foto: Acervo de Eugénio Sáenz Arévalo - Publicada no blog mauricioresgatandoopassado.blogspot.com.br )


Equipe de Futebol do Sport Club Juiz de Fora. Década de 1960. (Foto: Acervo de Simón Eugénio Sáenz Arévalo - Publicada no blog mauricioresgatandoopassado.blogspot.com.br)


Equipe do Mejolaro Futebol Clube, do Bairro Nossa Senhora Aparecida, em 1960. A foto foi tirada no antigo campo do Central, ao lado da Praça da Estação.

Em pé: Manoel – Renato – Rogerio – Lando – Tião e Altair.

Agachados: Magela –Tiãozinho – Hélio – Jorginho e Tião Moreno. Técnico: Perri. (Foto: Acervo de Elias Munck)


Equipe de Futebol da empresa Facit, década de 1960. (Foto: Acervo de Eugénio Sáenz Arévalo - Publicada no blog mauricioresgatandoopassado.blogspot.com.br)


Equipe de Futebol do Tupynambás F.C, (Baeta). Sem o ano e escalação. (Foto: Acervo de Humberto Ferreira - Publicada no blog mauricioresgatandoopassado.blogspot.com.br)


Foto muito antiga, sem o ano. Esses homens construíram a história de uma paixão o Sport Club Juiz de Fora. Em pé: Paixão – Braguinha – Isaias – Nagib – Fernando - Jonathas – Sílvio - Caputo e Arlindo. Agachados: Lazinho -Tirolilo e Guaracy. Falta a identificação do primeiro à esquerda.


Márcio Guerra imagina que o local seja o primeiro campo do Sport, onde hoje é o MAMM. Isso porque as casas em volta são clara evidência que seria ao fundo a Rua Santo Antônio. (Foto: Acervo de Márcio Guerra- Publicada no blog mauricioresgatandoopassado.blogspot.com.br)

Seleção de Juiz de Fora, representando a Seleção Mineira em 1958. (Foto: Acervo de Humberto Ferreira - Publicada no blog mauricioresgatandoopassado.blogspot.com.br)


Festival do ABC, Tupi Football Club em Junho de 1956. (Foto: Acervo de Bastos Barreto - Extraída do Blog Maria do Resguardo - Publicada no blog mauricioresgatandoopassado.blogspot.com.br) 


Bairro Manoel Honório. Festival do ABC, Clube Atlético Mineiro em Junho de 1956. (Foto: Acervo de Bastos Barreto - Extraída do Blog Maria do Resguardo - Publicada no blog mauricioresgatandoopassado.blogspot.com.br) 

Bairro Manoel Honório. Festival do ABC, Tupi Football Club em Junho de 1956. (Foto: Acervo de Bastos Barreto - Extraída do Blog Maria do Resguardo - Publicada no blog mauricioresgatandoopassado.blogspot.com.br) 


Bairro Manoel Honório. Festival do ABC. ABC Futebol Clube em Junho de 1956. (Foto: Acervo de Bastos Barreto - Extraída do Blog Maria do Resguardo)


Equipe do Tupynambás em 1949. Na ordem: Pavio - Canhoto - Sinval - Mossoró - Paulo China - Gastão - Jair - Álvaro - Caiana - Waltinho e Liquinho. (Foto: Acervo de Humberto Ferreira - Publicada no blog mauricioresgatandoopassado.blogspot.com.br) 


Bairro Santa Terezinha. Estádio Doutor Francisco de Salles Oliveira. Equipe do Tupi em 1945. (Foto: Acervo de Eliane Vieira - Publicada no blog mauricioresgatandoopassado.blogspot.com.br) 


Esporte Clube Brasil, do Bairro Vitorino Braga. Time de várzea de Juiz de Fora, com sede no Bar Brasil na Rua Henrique Vaz. Foto tirada no Campo da Pedreira , década de 1960. (Foto: Acervo de Ely Nascimento)


Jogadores do Atlético Mineiro chegando de trem a Juiz de Fora, para um jogo amistoso em 1922. (Foto: Arquivo de Mauricio Lima Corrêa)


Campinho de Futebol do Sport. Pessoas presentes à bênção das instalações do Sport no seu “campinho” da Rua de Santo Antônio, em 1 de Maio de 1921. Da esquerda para a direita, identificados: João Colucci, doutor José Procópio Teixeira, senhorita Irene de Assis, Leôncio Belo, padre Guilherme Porter, Abril de Araújo Alves, coronel Teodorico de Assis e José Procópio Teixeira Filho. (Foto: Acervo de Márcio Guerra)


 Foto rara. Time de futebol do Ítalo Brasileiro Football Club, em 1914. (Foto: Acervo de Sérgio Mello)


Em Juiz de Fora aconteceu a primeira partida de Futebol no Brasil
Outro Pioneirismo da cidade.

Recentemente a gente de Juiz de Fora foi surpreendida com a notícia veiculada na imprensa mineira sobre a descoberta pelo pesquisador Ernesto Giudice Filho, responsável pelo “Arquivo Histórico do Instituto Granbery”, de que no dia 24 de junho de 1893 aconteceu no antigo campo de esportes do colégio, à Rua Batista de Oliveira, uma partida de “foot-ball” entre as equipes “gregos” e “troianos”, formadas por alunos.

O fato foi noticiado pelo jornal local “O Pharol” e está documentado no diário do professor John McPhearson Lander, norte-americano, então reitor da instituição que viu esta prática na Inglaterra e foi responsável por trazer a bola e as regras do jogo para a cidade.

O que se aprendeu até então é que quem introduziu o futebol no Brasil foi o inglês Charles Miller, em 14 de abril de 1895, data do primeiro jogo, na cidade de São Paulo (na Várzea do Carmo, no Brás, entre equipes formadas por funcionários de duas companhias).


Diante dos fatos – fartamente documentados – divulgados pelo professor Ernesto, é preciso rever este assunto e passar a creditar ao professor Lander, ao “Colégio Metodista Granbery” e a Juiz de Fora o feito memorável de serem responsáveis pelo primeiro jogo de futebol no Brasil. (Fotos: Professor Lander e o antigo campo de futebol do Granbery - Acervo e texto: Vanderlei Dornelas Tomaz)

Nenhum comentário: