sexta-feira, 20 de agosto de 2010

O clube que revelou Eurico Lara

Fotos: Acervo do E.C. Uruguaiana
Resumo histórico

Em 19 de maio de 1912 nascia da fusão do Sport Clube Riachuelo e do Sport Clube Wanderers, o Sport Clube Uruguaiana, que havia de congregar a elite da juventude da linda cidade que domina o majestoso Uruguai. Em agosto do mesmo ano, mais um clube engrossaria as fileiras do que nasceu da fusão de dois dos pioneiros do foot-ball uruguaianense, o Sport Clube Brasil Progresso.

Pouco depois foram iniciadas as atividades oficiais do clube que então contava como presidente o esportista Pedro Grassi, e como destacados membros, os esportitas Luiz Paiva, Pascoal Pelegrini, John Mac Kay, Roberto Mac Kay, Manoel Chavesco, Julio Zacouteguy Junior, Feliciano Winkler, Ricardo Birriel, Aurelio Bonino, Aureo Prato, João Cavalheiro e outros.

Em 1913, assumiu a presidência do Clube, o Sr. Pedro Cuggiana, que se manteve até 1915, dando ensejo, sob suas ordens a que o clube prosperasse e conseguisse inúmeras vitórias, não somente frente aos clubes locais como também em diversas partes do Estado, assim como da zona fronteiriça do Uruguai e da Argentina. É dessa época o triunfo sobre o combinado de Curuzu-Cuatiá, que congregou elementos de seis clubes da província argentina de Corrientes, e que repercutiu em todo o Estado.

Embora sem uma entidade, foram disputados os campeonatos de Uruguaiana de 1913 e 1914, ganhos pelo clube que, em 1915, fundou uma Liga Uruguaianense, com o concurso dos Clubes Ferro Carril, em que se iniciou o grande e saudoso Eurico Lara, Militar e Esperança, tendo nesse mesmo ano conseguido, além do campeonato local, vencer um combinado dos demais clubes da cidade.

Manteve uma seção de tênis, tendo construído as primeiras pelouses de Uruguaiana.
Continuou sempre a atuar com brilho e, em 1931, foi um dos finalistas do campeonato estadual, tendo, num jogo em que perdeu por um discutido tento, para o Grêmio Porto Alegrense, apresentando um quadro que mereceu gerais louvores na capital. A delegação do clube foi presidida pelo Dr. Osvaldo Aranha. (Este texto foi extraído do Jornal “FOLHA DA TARDE” de 19.05.1952, edição esportiva alusiva ao 40º Aniversário do E.C. Uruguaiana.)

2010.
Grimaldo Pinto Vera, presidente do E.C. Uruguaiana.
2005. Lance do jogo Uruguaiana X São Paulo, de Rio Grande. Série B do Gauchão.
2005. Lance do jogo Uruguaiana X Pelotas. Série B do Gauchão.
2005. Lance do jogo Uruguaiana X 14 de Julho, de Livramento. Série B do Gauchão.
2004. Lance do jogop Uruguaiana x Grêmio B, pela Copa Colombo-LG. (Foto: Portal Uruguaiana)
2004. Lance do jogo Uruguaiana X Internacional, de Santa Maria.
E.C. Uruguaiana em foto mais recente. Sem identificação.
Sem identificação.
Pavilhão social do Estadio Felisberto Fagundes Filho, do E.C. Uruguaiana.
Cardoso, começou no Uruguaiana e depois foi para o Grêmio, tendo se sagrado campeão da Copa Toyota pelo tricolor do Olímpico.
1988.
1987.
1983.
1982.
1982.
1981. Jogo contra o Grêmio, no Olímpico, em porto Alegre.
1981, jogo contra o Grêmio Portoalegrense.
1981.
1979.
1970.
1970.
1970.
1968.
1967.
1966.
1966. Campeão da cidade.
1966.
1966.
1966.
1964.
1961.
Gessi Lima, que brilhou no Grêmio nos anos 50 e 60, começou no Uruguaiana.
1955. Time tri-campeão da cidade.
1951. Jogo contra o Internacionl, de Porto Alegre.
1951.

Fotos antigas e sem identificação.

1938.

1935.

Florentino Robalez, um dos grandes jogadores da história do E.C. Uruguaiana.

Eurico Lara, a lenda gremista começou no Uruguaiana.