quinta-feira, 23 de março de 2017

Verdadeiras Reliquias do Futebol Gaúcho (!)

Um pouco de boas recordações. Este time é do Independente, de Passo Fundo, em 1953, bi-campeão da cidade de futebol amador. 

Em pé: Egídio Reolon – Hiran Verardi – Hermes Andreis - Antônio Carlos Verardi  - Genovêncio de Morais – Roque Piovesan e com a maleta na mão, Alceu Laus. Agachados: Alberto Scortegagna – Pepino Silva – Plínio Rosseto – Heitor Verardi e Djalma.  (Fonte: Texto e foto Marco Antônio Damian)

"Meca", Américo Martins de Oliveira, nasceu em Carazinho, jogou no Veterano, antes de vir para Passo Fundo. Jogou no 14 de Julho, em 1960 e 1961 e depois no Gaúcho, entre 1962 e 1970, quando encerrou a carreira. 

Tinha 78 anos quando faleceu, vítima de pertinaz enfermidade. Da equipe campeã da segunda divisão, em 1966, resta vivo apenas Honorato, meio-campista que reside em Cruz Alta. 

Na foto, o ataque do Gaúcho de 1962. Em pé: Moreninho, Meca e Banana. Agachados: Sariba e Armando Rebechi. (Fonte: Texto e foto Marco Antônio Damian)

O ex-goleiro José Antonio Cavalheiro, era cria da base do Grêmio. Jogou no Gaúcho, 14 de Julho, ambos de Passo Fundo, Internacional, de Santa Maria, Ypiranga, de Erexim, Nacional, do Paraguai, Juventus, de Rio do Sul (SC), Estrela e Palmitos (SC).

Residia em Passo Fundo e era funcionário público aposentado. Ganhou notoriedade também como carnavalesco. 

Foto do 14 de Julho, em 1969. Em pé: Amâncio - Aldo - Noé - Gringo - Zé Carlos e Cavalheiro. Agachados: Liminha - Mariotti - João Pedro - Vadi e Caio. (Fonte: Texto e foto Marco Antônio Damian)


Jamir Geraldo da Silva, falecido em 2015, foi um lateral-esquerdo que brilhou no Gaúcho, de Passo Fundo. Ao contrário do que se espalhou, Jamir não se formou em Medicina. Era treinador de futebol. Quem se formou em Medicina foi Índio, que reside no Paraná.

Time de 1968. Na foto: Em pé: João Pontes - Luis Antonio - Índio - Nadir - Daison Pontes e Jamir. Agachados: Meca - Zangão - Bebeto - Flávio e Ramiro. (Fonte: Texto e foto Marco Antônio Damian)


14 de Julho de Passo Fundo, em 1976. Laerte – Dico – César – Bugre - Ademir e Daison Pontes. Agachados: Dorval – Kiko – Ismael - Odir e Paulinho. Desses, faleceram Dico, Daison, Ismael e Odir. (Fonte: Texto e foto Marco Antônio Damian)


O Sport Clube Gaúcho, o mais querido da cidade gaúcha de Passo Fundo, segundo Marco Antônio Damian. Recentemente o clube inaugurou a sua nova Arena BSBIOS que leva o nome de Wolmar Salton.

Depois de ter excelentes campanhas no Grupo de Elite do futebol gaúcho, o "Verdão" passo fundense atualmente participa da “Terceirona”.

Na foto a equipe de 1971. Em pé: Daison Pontes - Mário Tito – Gringo - Carlos Alberto - Luiz Carlos e Raul Matte. Agachados: Tadeu Baurú - Luiz Freire – Bebeto - Roberto e Ariovaldo. (Fonte: Texto e foto César Freitas)


O Cachoeira Futebol Clube, da cidade gaúcha de Cachoeira do Sul foi fundado no ano de 1914. O clube esta licenciado das competições oficiais há vários anos. 

Na foto. Em pé: Oscar - Maninho - Leocir - Chico Preto - Evilásio e Edegar. Agachados: Paulo Conceição - Valdir - Chicota - Amarante e Adãozinho. (Fonte: Texto e foto César Freitas)


Outra foto do  Cachoeira Futebol Clube. Em pé: João Carlos - Zinn I - Zinn II – Calderaro - Paulinho e Jorge. Agachados: Paulo Reni – Diniz - Hélio Alves - Sérgio e Flávio. (Fonte: Texto e foto César Freitas)


O Sá Viana Futebol Clube, de Uruguaiana foi fundado no ano de 1940. Lamentavelmente há vários anos o clube está licenciado das atividades esportivas oficiais. Na foto acima: Em pé: Wella – Mugica – Gato – Kale - Amarelo e Chico. Agachados: Helvio – Canário – Nivaldo - Danilo e Foguinho. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

O Esporte Clube São Luiz, da cidade gaúcha de Ijuí foi fundado no dia 20 de fevereiro de 1936. O clube está hoje na “Segundona”, mas já teve campanhas brilhantes em anos anteriores no grupo de elite gaúcho.

Na foto acima, a equipe de 1989. Em pé: Gilberto Capeletti – Caçula – Eduardo - Casagrande e Márcio. Agachados: Rubens Paraná – Valduino - Bilo Galvão - João Luiz - Mauro e Éder. (Fonte: Texto e foto César Freitas)


Outra foto do Esporte Clube São Luiz de Ijui.  O clube sempre foi um dos mais pujantes de sua região. Por ter ido mal no último “Gauchão”, este ano disputa a “Segundona”, com amplas chances de retornar ao Grupo de Elite de nosso futebol.


Na foto, uma formação de 1972. Em pé: Segattto – Ivan – Vadi – Lourival - Geraldo e Ney. Agachados: João Carlos – Castilhos – Jair - Jaime Mônaco e Maurinho. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

A Associação Rosário de Futebol foi fundada no dia 7 de fevereiro de 1977. O clube hoje está inativo das competições oficiais depois de poucas participações. Não há identificação para a formação postada na foto. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

O Esporte Clube Pelotas foi campeão gaúcho de 1930. O último grande feito foi a conquista da Recopa Gaúcha de 2014, quando venceu o Inter na partida final por 3X2. 

Na foto acima uma das ótimas equipes formada pelo aúreo cerúleo da "Cidade Princesa". Em pé: Benedito - Serafim - Artêmio - Daison Pontes - Pinheiro e Irno. Agachados: Puccinelli - Maneca - Nezito - Toquinho e Volnei. (Fonte: Texto e foto César Freitas)


Outra foto do Esporte Clube Pelotas, da cidade do mesmo nome. Equipe de 1968. Em pé: Osmar Gauchão – Herminio - João Carlos – Oscar - Leomar e Valmir Louruz. Agachados: Sidney – Caçapava – Sérgio - Joaquinzinho e Ronald. (Fonte: Texto e foto César Freitas)


Mais uma foto do Esporte Clube Pelotas, esta de 1947. Em pé: Ruy – Salardo – Spilmann – Mário - Raul Rodriguez e Vaz. Agachados: Bentinho – Amaral – Edgard - Fierro e Pardal. A foto foi publicada na revista Esporte Ilustrado do Rio de Janeiro. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

As grandes conquistas do S.C. São Paulo, de Rio Grande foram o “Gauchão” de 1933 e a Copa Bento Gonçalves de 1985. O clube atualmente participa do Grupo de Elite de nosso futebol. 

Na foto acima a equipe de 1977. Em pé: Jorge - Flávio Sales – Ronaldo - Vadi -Paulo Ventura e Paulo Barroco. Agachados: Gonha – Antoninho – Pinguela - Mário Borges e Cid. Mais uma foto do Sport Club São Paulo, de Rio Grande, em 1966. Em pé: Pepe – Homero – Jorge – Joel - Geraldo e Alonso. Agachados: Waldemar – Aldo – Vadi - Picão e Canhoto. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

Mais uma foto do Sport Club São Paulo, de Rio Grande, em 1966. Em pé: Pepe – Homero – Jorge – Joel - Geraldo e Alonso. Agachados: Waldemar – Aldo – Vadi - Picão e Canhoto.Mais uma foto do Sport Club São Paulo, de Rio Grande, em 1966. Em pé: Pepe – Homero – Jorge – Joel - Geraldo e Alonso. Agachados: Waldemar – Aldo – Vadi - Picão e Canhoto. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

A Associação Esportiva e Recreativa Santo Ângelo, da cidade gaúcha do mesmo nome, foi fundada em 1989. A Agremiação foi resultante da fusão de três clubes tradicionais da cidade missioneira, Elite, Tamoio e Grêmio Santo Angelense. 

Antes da SER Santo Ângelo o clube teve a denominação de Associação Esportiva Santo Ângelo (AESA). Na foto acima a AESA. Em pé: Edemar – Paulinho – Sidney – Décio - Camilo e Jurandir. Agachados: Jorge – Joarez – Valdir - João Carlos e Jacinto. (Fonte: Texto e foto César Freitas)


Outra foto da Sociedade Esportiva e Recreativa Santo Ângelo, da cidade gaúcha do mesmo nome. Na foto , em pé: Luciano - Edinho Costa - Luciano Sobrosa – Valdir - Ivo e Silvio. Agachados: Martins - Marclo Prates – Douglas - Badico e Marcelo Müller.


O Grêmio Esportivo Força e Luz, de Porto Alegre, se ainda estivesse em atividades, estaria hoje com 95 anos. O clube foi fundado no dia 8 de setembro de 1921. Os seus fundadores foram os funcionários da Companhia Carris, que naquela época se denominava Companhia Força e Luz.

O clube conquistou três títulos de vice-campeões de Porto Alegre em 1941,1947 e 1948. Na década de 1940 o clube teve outras denominações como Esporte Clube Rio Branco, bairro onde se localizava o seu campo de jogo, o estádio da Timbaúva e Esporte Clube Corinthians Porto Alegrense, por influência de sócios paulistas. Posteriormente retornou a sua denominação original.

Lamentavelmente, por problemas financeiros encerrou suas atividades no ano de 1958. Na foto acima uma das últimas formações do "Forcinha" como era carinhosamente chamado pela sua torcida.

Em pé: Henrique – Odilon – Riograndino – Jerônimo - Enio Marcelo e Doroci. Agachados: Zacarias – Dadinho – Raimundo - Dóia e Dorval, ex-ponteiro direito do Santos. (Fonte: Texto e foto César Freitas)


(Foto: Arquivo de César Freitas)


O Esporte Clube Guarani da cidade gaúcha de Venâncio Aires foi fundado no ano de 1929. O "rubro negro da Terra do Chimarrão" que já teve boas participações no grupo de elite do futebol gaúcho, atualmente disputa a “Segundona”. 

Na foto acima, em pé:  Foguinho – Alvinho – Jaime – Moacir - Passarela e Chimbica. Agachados: Geraldo - Luiz Carlos – Sandro - Jorjão e Müller. (Fonte: Texto e foto César Freitas)


Outra foto do Esporte Clube Guarani, de Venâncio Aires. Sem o ano. Em pé: Gerson Carreta –Xuxa – Alvim – Clóvis - Carlos e Bolivar. Agachados: Sandro - Toninho Ferretto – Omar - Eldor e Paulo Sérgio. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

O "Xavante", como é carinhosamente chamado pela sua numerosa torcida, foi o primeiro Campeão Gaúcho em 1919. Atualmente disputa com muito brilho o “Brasileirão” da Série B e a elite do futebol gaúcho. 

Na foto acima, em pé: Adilson – Dejanir – Bahia – Otacílio - Joceli e Geóvio. Agachados: Caçapava – Vanderlei – Oli - Iran e João Borges. (Fonte: Texto e foto César Freitas)


Outra foto do Grêmio Esportivo Brasil, de Pelotas. Em pé: Valdoir – Doraci - Helio Vieira – Bastos - Noslen e Amauri. Agachados: Bira Souza – Livio – Roberlei - Marcio e Zezinho. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

Clube Esportivo Bento Gonçalves, da cidade gaúcha do mesmo nome. O clube hoje integra o grupo da “Segundona” gaúcha. Em anos anteriores participou da “Elite”, sagrando-se campeão do Interior em mais de uma oportunidade.

Em 1978 foi Campeão da “Copa Rubens Hoffmeister”. Em 1979 foi vice-campeão Gaúcho. Em 1980 sagrou-se campeão da “Copa Governador”. Em 1983 conquistou a Copa ACEG.

Na foto acima. Em pé: Ademir – Jânio – Espinosa – Donga - Celso Freitas e Reginaldo. Agachados: João Carlos – Joel - Luiz Freire - Adilson e Valdecir. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

Outra foto do Clube Esportivo Bento Gonçalves, da cidade do mesmo nome. Em pé: Edegar – José – Raquete – Espinosa - Barão e Toninho Fronza. Agachados: Eraldo – Adilson - Celso Freitas - Dilvar e Ruben. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

O Grêmio Atlético Guarani, da cidade gaúcha de Garibaldi foi fundado no dia 14 de agosto de 1940. Na foto acima. Em pé: Carlos – Paulinho - Gerson Carreta – César – Pessali – Francisco - Acássio e Ney Almeida. Agachados: Faísca – Zeca – Carioca - João Alberto e Esquerdinha. 

Esta foi a equipe de 1992, quando o clube foi o vice-campeão da Segunda Divisão. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

O Grêmio Esportivo Bagé, da cidade gaúcha do mesmo nome foi campeão gaúcho de 1925. Além dessa importante conquista, o clube venceu a Copa Governador do Estado em 1974, Campeão do Interior em 1939, 1944, 1957 e 1964. Também foi campeão da “Segundona” gaúcha em 1982 e 1986. Atualmente o clube está na “Terceirona”.

O seu campo de jogo é o sempre temido estádio da Pedra Moura. Na formação jalde negra acima. Em pé: Miro – Ney – Barradinhas – Valdoma - Teixeira e Mano. Agachados: Mariano - Ivo Medeiros - Juarez Teixeira - Jara e Saul Andrade. Outra foto do Grêmio Esportivo Bagé, da cidade do mesmo nome. Em pé: Reni – Ditão – Moacir – Suca - Alcir e Ibis. Agachados: Ivan Couto – Leco – Omar - Toninho e Huguinho. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

Outra foto do Grêmio Esportivo Bagé, da cidade do mesmo nome. Em pé: Reni – Ditão – Moacir – Suca - Alcir e Ibis. Agachados: Ivan Couto – Leco – Omar - Toninho e Huguinho. Outra foto do Grêmio Esportivo Bagé, da cidade do mesmo nome. Em pé: Reni – Ditão – Moacir – Suca - Alcir e Ibis. Agachados: Ivan Couto – Leco – Omar - Toninho e Huguinho. (Fonte: Texto e foto César Freitas)


O Grêmio Esportivo Sapucaiense, da cidade gaúcha de Sapucaia do Sul foi fundado no dia 28 de julho de 1941. O clube depois de uma efêmera participação no Grupo de Elite de nosso futebol, hoje disputa a “Terceirona” gaúcha.


Na foto acima, colaboração do amigo Ernani Campelo temos em pé: Rodrigo - Lucas - Santos - Tiago Matos e Evandro. Agachados: Gian - Fábio Rodrighero – Douglas – Catatau - Toto e Cleiton. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

O Sport Club Rio Grande, da cidade gaúcha do mesmo nome, é o clube de futebol mais antigo do Brasil em atividade. Hoje o "vovô" do futebol brasileiro participa da “Terceirona” gaúcha. O seu grande feito foi a conquista do “Gauchão” de 1936.

Na foto acima, a equipe de 1963. Em pé: Motine – Galego - Pedro Alcântara - Kim e Caetano. Agachados: Selmar – Caio - Paulo Ferreira – Jadir - Alcindo Martha de Freitas e Luizinho.

Em homenagem ao Rio Grande o dia 19 de julho é comemorado como o "Dia do Futebol Brasileiro". (Fonte: Texto e foto César Freitas)

O Esporte Clube 14 de Julho é o segundo clube mais antigo do futebol gaúcho e o terceiro do Brasil. Foi o primeiro clube rubro negro de nosso estado. 

Na foto acima. Em pé: Osvaldo – Canário - João Carlos – Sérgio - Marco e Adãozinho. Agachados: Nicanor - Jorge "Bocão" – Bazzotti - Luiz Carlos e Odair Camelinha. Esta é a equipe de 1965. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

O Esporte Clube Cruzeiro, de Porto Alegre, hoje em Cachoeirinha (RS), foi fundado no ano de 1913.O clube, que por muitos anos foi a terceira força do futebol gaúcho, teve em 1929 a sua grande conquista, o Campeonato Estadual daquele ano.

O Cruzeiro até meados da década de 1960, foi o clube gaúcho que mais viajou para o exterior. Foi o primeiro a visitar o "Velho Mundo". Viajou duas vezes antes da dupla Grenal. Estiveram lá em 1953 e 1960.

Também excursionou várias vezes para países da América do Sul e América Central. Hoje os estrelados estão construindo um belo estádio em Cachoeirinha.

Na foto acima temos a equipe de 1959. Em pé: Cacique – Chagas – Irno – Nonô – Carazinho - Neno e Abrahão Lermann. Agachados: Tesourinha II – Elário – Tonico - Cará e Santarém. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

Futebol Clube Riograndense de Rio Grande foi  campeão gaúcha em 1939. Lamentavelmente hoje o clube está licenciado das atividades esportivas. Na foto acima. Em pé: Getúlio – Chaplim – Alberto - Ney Amado - Eli Bernardino e Betinho. Agachados: Cid – Adão - Ênio Souza - Clóvis e 
Bangú. (Fonte: Texto e foto César Freitas)


O Clube Atlético Carazinho, da cidade gaúcha do mesmo nome foi  fundado no ano de 1970, resultado da fusão de dois tradicionais clubes, o Veterano e o Glória. Na foto acima a equipe de 1971.


Em pé: Lafaiete - Bom Bril – Clóvis – Pinheiro - Mário Carazinho - Edu Lange - Carlos Baldo - Edison e Cacique (massagista). Agachados: Toninho - Raul - Caio, Waldemar Hortêncio - Ubiratã Ramirez - Ernani e Caçapava. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

Uma foto relíquia do Juventude. Em pé: Nezito – Almir – Bugre – Negri - Mauro Freitas e Everaldo. Agachados: Babá - Luiz César – Bira - Hermes e Parobé. Essa foi uma das melhores formações juventudinas, com um grande jogador em cada posição. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

Outra foto do Esporte Clube Juventude, de Caxias do Sul, que ao longo de sua história conquistou o “Brasileirão” da Segunda Divisão de 1994, o “Gauchão” de 1998 e a “Copa do Brasil” de 1999, além de vários títulos de Campeão do Interior. Está classificado para a Série B do “Brasileirão”.

Na foto acima a equipe de 1968. Em pé: Nezito – Gigante - Roberto Fernandes - Celso Cabral - Antenor e Bugre. Agachados: Clodomar – Caio – Balzaretti - Mário Tito e Ari. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

Equipe de Juvenis do Internacional, de Porto Alegre em 1978. Em pé: Lauri – Décio – Caxias – Roberto Fensterseifer – João Carlos e Joaquim. Agachados: Mica – Jorginho – Romário – Tonho e Rovani. (Fonte: Texto e foto César Freitas) 


Na foto acima a equipe de 2005, do S.C. Internacional. Em pé: Bolivar – Edinho - Elder Granja – Renteria - André e Vinicius. Agachados Fernandão – Tinga - Jorge Wagner - Rafael Sóbis e Ricardinho. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

Grêmio Santanense foi campeão gaúcho de 1937. Lamentavelmente o clube está ausente das competições oficiais há vários anos. Na foto, o time que disputou o “Gauchão” de 1993. Em pé:  Claudiomiro - Antônio Marcos - Tulio e Bedin. Agachados: Benk – Clairton – Mauro – Ézio - Alexandre e Fábio de Los Santos. (Fonte: Texto e foto César Freitas) 

O Esporte Clube São José, de Porto Alegre foi fundado no dia 24 de maio de 1913. Ao longo desses anos o clube foi vice-campeão citadino em 1937 e 1948. Também conquistou a Copa Governador em 1971. Em 1996 foi promovido ao Grupo de Elite do futebol gaúcho, onde permanece até hoje. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

O Riograndense Futebol Clube, de Santa Maria, ao longo de sua história foi duas vezes vice-campeão gaúcho. Em 1921 perdeu o título para o Grêmio e 1940 para o Inter. Em 1978 sagrou-se campeão da Segunda Divisão Gaúcha. Licenciou-se em duas oportunidades, em 1979 retornando em 1984 e em 1986 voltando em 1998.

Na foto acima a equipe de 2009. Em pé: Vandi – Abel – Borba – Mainardi - ??? e Thiago Souza. Agachados: PC – Rodrigo – Marcelo – Dudu - Genaro e Claudiomiro. (Fonte: Texto e foto César Freitas) 

O Esporte Clube Novo Hamburgo, da cidade gaúcha do mesmo nome durante a segunda Guerra Mundial trocou a sua denominação para Esporte Clube Floriano, só retornando ao nome inicial em 1967. O "Nóia" como é carinhosamente chamado pelos seus torcedores é o recordistas em títulos municipais. (Fonte: Texto e foto César Freitas)


O Grêmio Esportivo Renner, se ainda estivesse em atividades, estaria completando oitenta e cinco anos de vida esportiva, pois foi fundado no ano de 1931. O seu grande feito foi truncar a hegemonia da dupla Grenal, ao conquistar o título gaúcho de 1954.

Lamentavelmente por problemas econômicos encerrou as atividades no inicio de 1958. Na foto acima temos o grupo que estava no elenco quando foram encerradas as atividades.


Em pé: Henrique – Dilson – Brandão – Alduíno - Luiz Luz - Raul Puccio – Bonzo – Augusto - Gago e Raul. Agachados: Joecy – Gilney – Raimundo – Higino – Cláudio - Milton e José Almeida. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

O Clube Esportivo Lajeadense, depois de belas campanhas no Grupo de Elite do Rio Grande do Sul, foi rebaixado em 2016. Em pé: Vacaria (técnico) - Nandão (preparador físico) - Édson - Jaime - ??? - Edson Gomes - Enio e Casca. Agachados: Eliseu - Romário - Faller - Vacaria - Santa Rosa e Paulo Sérgio. (Fonte: Texto e foto César Freitas) 

Grêmio Atlético Farroupilha, de Pelotas. A sua primeira denominação foi Nono Regimento de Infantaria. Sagrou-se Campeão Gaúcho no ano de 1935, ano do centenário da Revolução Farroupilha. Devido a esse fato trocou seu primitivo nome para o atual.

Foto de 1962. Em pé: Oscar Urruth – Cascudo – Paulinho – Noredin - Artêmio e Setembrino. Agachados: Lelo – Raimundo - Ney Silva - Wellington e Macalé. (Fonte: Texto e foto César Freitas) 

O Grêmio Esportivo Torrense, da cidade gaúcha de Torres, depois de uma breve passagem pelo Grupo de Elite de nosso futebol, se licenciou, estando inativo até os nossos dias. Na foto acima é identificado apenas o goleiro Rodrigo e ao seu lado, Casca. Agachados, André Rosa e Monga. (Fonte: Texto e foto César Freitas) 

O Esporte Clube Encantado, da cidade gaúcha do mesmo nome, foi fundado no dia 21 de abril de 1942. Sua sede é o “Estádio das Cabriúvas”. Em pé: Mario Keko - Idilio Fontana – Mauri - Telo e João Ferro. Agachados: Malomar – Celso - Ênio Fontana - Felix e Laudir. O clube está licenciado há vários anos. (Fonte: Texto e foto César Freitas) 

O Cerâmica Atlético Clube, de Gravataí era amador na origem e teve uma efêmera vida como profissional. Participou do Grupo de Elite gaúcho. Lamentavelmente hoje está licenciado das competições oficiais. Na foto. Em pé: Michel - Marcio Nunes – Robson – Tairone - Marcão e Vila. Agachados: Rogerinho – Maurinho – Bindé - Severino e Pedro. (Fonte: Texto e foto César Freitas) 

Guarany Futebol Clube de Bagé, é o único clube do interior que conquistou o “Gauchão” por duas vezes, nos anos de 1920 e 1938. Hoje o clube disputa a “Terceirona”, mas tem tudo para retornar ao Grupo de Elite de nosso futebol, que de fato é o seu lugar pela sua tradição.

1965. Em pé: Valter – Augusto – Henrique – Bejeja - Solis Rodriguez e Danubio. Agachados: Didi Pedalada - Luiz Augusto – Jarinha - Amarante e Walmir. (Fonte: Texto e foto César Freitas) 

Em 1966 o futebol gaúcho representou novamente o futebol brasileiro numa competição internacional. No dia 17 de abril daquele ano os gaúchos enfrentaram a seleção chilena, em Santiago do Chile, em jogo válido pela Taça O´Higgins.

A nossa seleção, que era orientada pelo saudoso Carlos Froner, venceu por 1 X 0, gol de João Severiano. Os gaúchos jogaram com Arlindo – Altemir - Ari Hercilio - Aúreo e Sadi. Cléo e Sergio Lopes. Babá - João Severiano - Davi ( Saulzinho) e Vieira (Volmir).

Na foto acima o time que começou o jogo. Em pé:  Arlindo – Sadi - Ari Hercílio – Cleo - Altemir e Aúreo. Agachados: Babá - João Severiano – Davi - Sérgio Lopes - Vieira e o massagista Ataíde Carvalho. (Fonte: Texto e foto César Freitas)   


O Nacional Atlético Clube, de Porto Alegre, foi  fundado no dia 16 de abril de 1937. O clube foi criado por funcionários da Viação Férrea do Rio Grande do Sul, com o nome de Departamento Desportivo da Viação Férrea.

Em 1941 adotou a denominação de Nacional Atlético Clube. As suas cores foram as rubro negras. O seu estádio foi a “Chácara das Camélias”. O Nacional se extinguiu no ano de 1959. 

Na foto acima, em pé: Pinga (pai do zagueiro homônimo que jogou no Inter e Corinthians) – Auro – Alberton – Nelson - Ortunho (ex Vasco e Grêmio) – Marinho – Milton – Iraci - Altino (massagista) e Carlos. Agachados: Quito – Leone – Nena - Zé Ivo – Prates - Belo, Odilon e Viana. (Fonte: Texto e foto César Freitas) 


A Sociedade Esportiva e Recreativa Caxias do Sul foi fundada no ano de 1935. A denominação inicial do clube foi Grêmio Esportivo Flamengo, resultado da fusão de dois tradicionais clubes amadores caxienses, Rio Branco e Ruy Barbosa.

Na década de 1970 ocorreu uma fusão com o tradicional rival Juventude, quando surgiu o nome atual. A união foi de curta duração. Quando ocorreu a separação o clube manteve o mesmo nome.

O grande feito do clube grená foi a conquista do “Gauchão” de 2000. Na foto acima uma formação do então Flamengo no ano de 1959. Em pé: Alemão – Américo – Joel – Áureo - Rubens e Nadir. Agachados: Macalé – Nunes – Arpino  - Gilberto e Danúbio. (Fonte: Texto e foto César Freitas) 


O Canoas Futebol Clube, da cidade gaúcha do mesmo nome, foi fundado no dia 4 de abril de 1957. O clube está licenciado há vários anos. Na foto acima estão identificados poucos atletas, como o saudoso ex-zagueiro Laércio, Luiz Eduardo, o “Monga” e o técnico Luiz Freire, que estão em pé. Agachados apenas Sérgio Winck. (Fonte: Texto e foto César Freitas) 

O Esporte Clube Pinheiros, da cidade gaúcha de Taquari, foi fundado no dia 22 de março de 1931.  O clube, após um breve período como profissional, quando disputou a ”Segundona” gaúcha, reverteu para amador, onde se encontra até hoje. 

Na foto. Em pé: Buiú – Toninho – Adriano – Mandola - Pontes e Izidoro. Agachados: Sandro – Ferreira - Dudu Tata - Toquinho e Cedenir. (Fonte: Texto e foto César Freitas) 


O Clube Esportivo Aimoré de São Leopoldo foi mal no “Gauchão” de 2016 e foi  rebaixado para a “Segundona”, o que é lamentável. Na foto, uma formação do clube no ano de 1961. Em pé: Dauth – Toruca – Gilnei – Afonso - Soligo e Alberto. Agachados: Heitorzinho – Bira – Uga - Fernando e Parobé. (Fonte: Texto e foto César Freitas) 

O Futebol Clube Santa Cruz, da cidade gaúcha de Santa Cruz do Sul, atualmente está disputando a “Segundona” gaúcha, depois de vários anos integrando o Grupo de Elite. 

Na foto, em pé: Martins – Chimbica - Luiz Carlos – Casagrande - Gilmar Iser e Rebechi. Agachados: Betinho - Miro Oliveira – Mainardi - Omar e Áureo. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

A MAIOR CONQUISTA COLETIVA DO FUTEBOL GAÚCHO, O PAN AMERICANO DO MÉXICO

Em 1956 o futebol brasileiro estava muito desacreditado. Em janeiro, no Sul Americano realizado em Montevidéu fizemos má campanha com a seleção principal. Em vista disso a CBD, a CBF da época queria desistir de disputar essa competição.

Foi quando o senhor Aneron Correia de Oliveira, presidente da Federação Gaúcha de Futebol na época, foi ao Rio de Janeiro e sugeriu que o futebol gaúcho representasse o nosso país no país asteca. 

A imprensa do centro do país criticou muito a nossa ousadia, dizendo que agora o fiasco ainda seria maior. A sugestão foi aceita.

COMISSÃO TÉCNICA

TÉCNICO: José Francisco Duarte Junior (Teté).
MASSAGISTAS: Antenor Moura e Luiz Biscardi.
ROUPEIRO: Francisco José Correia Lima (Chicão).
MÉDICO: Doutor Derly Monteiro .

ATLETAS

GOLEIROS: Valdir Morais, Sérgio Moacir e Paulinho.
ZAGUEIROS: Florindo, Ênio Rodrigues e Airton .
LATERAIS: Oreco, Duarte, Figueiró e Ortunho.
MEIOS DE CAMPO: Odorico, Ênio Andrade, Sarará, Milton Kuelle e Jerônimo.
ATACANTES: Luizinho, Bodinho, Larry, Juarez, Raul Klein,Hercilio e Chinesinho.

JOGOS

01/03/1956: Brasil 2 X Chile 1 - Gols: Luizinho e Raul.
06/03/1956: Brasil 1 X Peru 0 - Gol Larry.
08/03/1956: Brasil 2 X México1 - Gols Bodinho dois.
13/03/1956: Brasil 7 X Costa Rica 1 - Gols Larry 3, Chinesinho 3 e Bodinho.
18/03/1956: Brasil 2 X Argentina 2- Gols Chinesinho e Ênio Andrade.

NOSSA EQUIPE NO JOGO FINAL

Valdir Morais - Figueiró – (Duarte) – Florindo - Ênio Rodrigues e Oreco. Odorico e Ênio Andrade. Luizinho – Bodinho - Larry e Chinesinho. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

O Ferro Carril, de Uruguaiana, depois de uma vida esportiva vitoriosa, hoje está licenciado das atividades esportivas. Na foto, em pé: Amantino - Bentevi – Juarez – Anadir - Arroio e Santo. Agachados: Cuica - Martins e Cardoso. Sem identificação a ala esquerda. (Fonte: Texto e foto César Freitas)


O Sá Viana Futebol Clube, de Uruguaiana lamentavelmente há vários anos está licenciado das competições oficiais. Na foto, em pé: Macana – Mujica - Da Costa – Vanderlei - Doval e Lelé. Agachados: Eurico – Sani – Leopoldo - Jair e Alonso. (Fonte: Texto e foto César Freitas)


O Esporte Clube 15 de Novembro, de Campo Bom, como a sua denominação indica, foi fundado no dia 15 de novembro de 1911, por funcionários da firma Vetter & Irmãos.

Como amador o clube tornou-se multi campeão, conquistando 16 títulos gaúchos da categoria e representando o Estado em competições nacionais.

Tornou-se profissional em 1994 e no mesmo ano sagrou-se vice-campeão, sendo promovido à “Segunda Divisão”. Em 1998 foi o vice-campeão da “Taça Abílio dos Reis”, passando ao grupo de elite do futebol gaúcho.

Em 2002 chegou às finais do “Gauchão”, disputando o título com o Internacional, e conquistando o seu primeiro vice-campeonato estadual.

No ano seguinte e em 2005 foi novamente vice-campeão gaúcho. Em 2004 sob o comando de Mano Menezes conquistou a terceira colocação na Copa do Brasil.

Em 2006 foi o campeão da “Copa Emidio Perondi”. Lamentavelmente, depois dessas exitosas campanhas o clube se licenciou das atividades esportivas profissionais.


Na foto, em pe: Márcio Angonese – Marcão – Pansera - Marcelo Müller e Junior. Agachados: Borges Neto – Massei – Cléber - Sandro Sotilli e Luiz Américo. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

O Grêmio Esportivo Glória, de Vacaria, sempre fez boas campanhas no “Gauchão”. Pena não estar mais na elite. Na foto de 1996, em pé: Carlos – Geverton – Flávio – Pessali - Aguiar e Hélcio. Agachados: Alex - Luiz Carlos Winck - Marcio Toloco - Uana e Miranda. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

O Clube Esportivo e Recreativo Atlântico, de Erechim foi fundado em 1915. Há alguns anos o clube abandonou os gramados e passou a se dedicar ao Futsal. Numa feliz coincidência o Atlântico no ano de seu centenário se sagrou Campeão Mundial de Futsal.


Na foto de 1975, em pé: Valdecir – Brito - Luiz Carlos - Mário Tito - Alvim e Deda. Agachados: Laerte IV – Mano – Chiquinho - Juarez e Almir. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

O Sport Club Guarani, de Cruz Alta está licenciado das competições oficiais há alguns anos. O clube esteve em atividade até 1967 quando ocorreu o primeiro licenciamento. Retornou em 1985 e já em 1987 se sagrou campeão gaúcho da Segunda Divisão.

Na foto a equipe campeã. Em pé: Acácio - Celso Freitas – Jânio - Luiz Daniel - Adilson e Francisco Carlos. Agachados: Maninho – Silvio – Foguinho - Valduíno e Betinho. 

O técnico era Celso Freitas que acumulava as funções de atleta e treinador. Poucos anos depois o clube se licenciou novamente, permanecendo nessa condição até os nossos dias. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

Grêmio Football Porto Alegrense. Na foto: Orlando – Ortunho – Gessy – Calvet – Juarez – Milton Kuelle – Élton – Vieira e Airton, entre outros. (Fonte: Texto e foto César Freitas)

O Ypiranga Futebol Clube, de Erechim tem realizado excelentes campanhas em todos os certames que participa. Seu estádio o “Colosso da Lagoa”, é um dos mais belos de nosso interior. 

Na foto, o time de 1967. Empé: Bira – Plínio –Pedruca – Paulinho - Cavalheiro e Alcindo. Agachados: Ney – Olavo – Alteu - Lindomar e Marino. (Fonte: Texto e foto César Freitas)


Nenhum comentário: