segunda-feira, 20 de julho de 2015

Futebol de Cachoeira do Sul

Estádio Joaquim Vidal.

1997. E.C. São José, classificado para o Quadrangular final. Em pé: Alcir Silva – Goico – Dall – Pingo – Cláudio Rogério – Denilson – Nivaldo – Milhão – Paulão – Biro-Biro e Bob. Agachados:  Robson Petrucci – Didi – Júlio César – Dudu – Ivam – Élden – Aquiles – Paulo César – Hermeto - Rogério e Langue.(Foto: Livro"Futebol Cachoeirense, 50 Anos de História", de autoria de Jacy Oliveira da Rosa)  

Joaquim Vidall foi dirigente do Cachoeira F.C. e do Guarani F.C., tendo colaborado na organização do Militar e do Tamandaré. Dá nome ao estádio da cidade.

G.E. Gerbac, campeão da 6ª Taça RBS de Futebol. (Foto: Livro"Futebol Cachoeirense, 50 Anos de História", de autoria de Jacy Oliveira da Rosa)

1995-1996. E.C. Pertile, bicampeão amador da cidade. Em pé: Luis Cleri - João Leite - Cleiton Bitencourt - Líder - Nereu - Davi - Edinei - Carlinhos - Bode - Éverton e João Marinones. Agachados: Osvaldo - Dilson - Sérgio Almeida - Dudu - Hermeto - Vagner e Rodrigo Leite. (Foto: Livro"Futebol Cachoeirense, 50 Anos de História", de autoria de Jacy Oliveira da Rosa)

1995. Figueras, campeão de Veteranos.Em pé:Júlio Meira - Edegar - Tonico - Sérgio - Zé Webber - Zinn II - Zinn I - Calderaro - Chiquinho - Motor e Geraldo Zawaski. Agachados: Flávio - Chico - Meméia - Murat - Jairo - Sara - Bina - Luis Carlos e Nels. (Foto: Livro"Futebol Cachoeirense, 50 Anos de História", de autoria de Jacy Oliveira da Rosa)


1994. S.E.R. Navegantes, campeão amador da cidade. Em pé: Maílson - Rui - Gélson - Aiub - Émerson - Valmor - Pardeco - Tobias - Andinho Tadeu e Jorge. Agachados: Percilio - Rodrigo - Palhinha - Zé Dorneles - Gucho - Alexandre e Zé Elias. (Foto: Livro"Futebol Cachoeirense, 50 Anos de História", de autoria de Jacy Oliveira da Rosa)

1993. Primeira formação profissional do E.C. São José. Em pé: Adriano – Beto – Itamar – César – Mariton – Ivan – Nando e Ayrton. Agachados:  Serginho – Marino – Armada (massagista) -  Júlio César – Sérgio Almeida – Rogério – Everaldo e Zico. (Foto: Livro"Futebol Cachoeirense, 50 Anos de História", de autoria de Jacy Oliveira da Rosa)

1993. E.C. Pertile, depois de quatro títulos consecutivos começou começou a perder a hegemonia do futebol menor. Em pé: Jorge Fighera - Nereu - Alfafa - Verli - Mauricio - Daniel - Dico e Edson. Agachados: Silvio - Antônio - Davi - Dinho e Martelett. (Foto: Livro"Futebol Cachoeirense, 50 Anos de História", de autoria de Jacy Oliveira da Rosa) 


1993. Botafogo, campeão municipal amador. (Foto: www.timesdors.blogspot.com)

1992. Escola Borges de Medeiros, campeã da Região Central do Rio Grande do Sul em Futsal. Em pé: Getúlio Tatsch - Vagner - Rodrigo Leite - Testa - Murilo - Silvio - Jacy Rosa e Antônio.Agachados: Pablo - Régis - Cristiano - Luis Fernando - Alexandre e Júlio César (Foto: Livro"Futebol Cachoeirense, 50 Anos de História", de autoria de Jacy Oliveira da Rosa) 


1989. Time dos ex-alunos Maristas, campeão do Torneio em homenagem aos 60 anos do Colégio Roque Gonzales. Em pé: Zé Grandão - Fonfom - Daniel - Hugo - Cadinho - Joca e Jacy Rosa. Agachados: Cirinho - Bonugli - Gérson - Paulo Ricardo - Antônio Maria e Curi.  

1984. Time Juvenil do Cachoeira F.C., campeão do interior. Em pé: João Carlos Daison - Nei - Pelezinho - Meises - Cláudio e Jorge L. Nascente. Agachados: Alex - Jeová - Tito - Dadá - Bocudo e Suilan. (Foto: Livro"Futebol Cachoeirense, 50 Anos de História", de autoria de Jacy Oliveira da Rosa)

1979. E.C. Ferrera, campeão da Copa Arizona. Em pé; Nereu - Celso - Edir - Guaraci - Homero e Bode. Agachados: Getúlio - Scarparo - Teco - Taisinho e Chico Charão. (Foto: Livro"Futebol Cachoeirense, 50 Anos de História", de autoria de Jacy Oliveira da Rosa)

1978.  São Luis F.C., campeão da Copa Arizona. Em pé: Bias - Weber - Poy - Joarez e Carolino. Agachados: (Foto: Livro"Futebol Cachoeirense, 50 Anos de História", de autoria de Jacy Oliveira da Rosa)

S.E.R. 14 de Julho, fundada em 14 de julho de 1957, em Cachoeira do Sul.(Foto: timesdors.blogspot.com)

1965. Cachoeira F.C., campeão regional. Em pé: Paulinho - Zinn II - Marino - Calderaro - João Carlos e Zinn I. Agachados: Paulo Reni - Hélio Alves - Diniz - Sérgio e Flávio.(Foto: Livro"Futebol Cachoeirense, 50 Anos de História", de autoria de Jacy Oliveira da Rosa)

1962 - 1963 - 1964 e 1965. Flamengo A.C., tetra-campeão da cidade e região. Em pé: Oscar - Mauri - Luica - Bidão - Ênio e Calderaro. Agachados: Cardoso - Zinn II - Régis - Gilfredo - Fernando Amaro e Zinn I. Livro"Futebol Cachoeirense, 50 Anos de História", de autoria de Jacy Oliveira da Rosa)

1960. Colégio Roque Gonçalves, campeão olímpico estudantil. (Foto: Livro"Futebol Cachoeirense, 50 Anos de História", de autoria de Jacy Oliveira da Rosa)

1959. Guarani F.C., Campeão do Centenário da cidade. Em pé: Pinheiro -  Ivo Carvalho - Evir - Zini - Vantuil e Iberê. Agachados:Bira - Dino- Luiz Carlos - Perereca e Quincas. (Foto: Livro"Futebol Cachoeirense, 50 Anos de História", de autoria de Jacy Oliveira da Rosa)

1957. Cachoeira F.C. Em pé: Pertival - Deilton - Laerte - Da Silva - Valdemar Batista jacy e Vladimir. Agachados:Velho - Geada - Chiquito - Rona e Quincas. (Foto: Livro"Futebol Cachoeirense, 50 Anos de História", de autoria de Jacy Oliveira da Rosa)

1942. Cachoeira F.C., campeão citadino. (Foto: Esporte Ilustrado)

Brasil F.C., vice-campeão municipal de 1940. (Foto: Esporte Ilustrado)

1940. Guarani F.C., campeão municipal. G.E. Gerbach, campeão da 6ª Taça RBS de Futebol. (Foto: Livro"Futebol Cachoeirense, 50 Anos de História", de autoria de Jacy Oliveira da Rosa)

1940. Cachoeira F.C.  (Foto: Esporte Ilustrado)

Antigo campo de futebol do Bairro Rio Branco. Sem o ano. (Foto: Fototeca do Museu Municipal)

1938. Juvenil F.B.C., de Cachoeira do Sul, fundado em 1 de janeiro de 1938, obteve filiação na Liga Desportiva Cachoeirense em 1939, tendo disputado o campeonato desse ano, obtendo a terceira colocação, entre quatro clubes com mais de 10 anos de existência. A fotografia acima mostra o time fundador, no dia em que pela primeira vez envergava a camisa do clube. Nela aparecem. De pé: o técnico ???, G. Antônio da Costa, Gonçalino Gonçalves, Nilsa Lobato (madrinha) e Carlos F. Lobato.

Jogadores ajoelhados: Nilo, Deoclécio, Rui, Darci, Eugênio e Milton. Sentados: Almi - Danilo - Walter - Bibiano e José. Era presidente do clube o senhor Ewerton Magalhães Ribeiro, dinâmico desportista que tudo fez pelo engrandecimento do Juvenil F.B.C. (Foto: Esporte Ilustrado) 

Eduardo Dicklhuber, fundador e presidente do Guarany e da Liga Cachoeirense de Futebol. (Foto: Museu Municipal de Cachoeira do Sul)

O cachoeirense Eduardo Dicklhuber, filho de Benedito Dicklhuber e Guilhermina Carolina Dicklhuber, nasceu em 6/6/1903. De seu casamento com Ella Anna Pachály nasceram os filhos Íris, Vera e Ugo.

Pela grande capacidade de trabalho, inteligência e envolvimento comunitário, Eduardo Dicklhuber era cidadão muito estimado pela sociedade cachoeirense. Na Associação Comercial, foi secretário e tesoureiro; dirigiu o Engenho E. Stracke & Cia. e integrou a diretoria da Associação Rio-Grandense de Imprensa, como representante do Jornal do Povo.

Homem ligado aos esportes e grande entusiasta do futebol, Eduardo Dicklhuber foi fundador e presidente do Guarani Futebol Clube, presidente da Liga Desportiva Cachoeirense e da Liga de Bolão Cachoeirense. Também presidiu, por duas vezes, a Sociedade Atiradores Concórdia, hoje Sociedade Rio Branco.

Quando de seu falecimento, em 10/8/1939, vitimado por peritonite aguda, várias entidades cachoeirenses prestaram suas homenagens e numeroso foi o cortejo fúnebre da Capela São José até o Cemitério Municipal. A Sociedade Atiradores Concórdia, o Clube Comercial e a União de Moços Católicos hastearam suas bandeiras a meio mastro, em sinal de luto e respeito.
A Rua J, na então Vila Tibiriçá, foi batizada em 1955 com seu nome. (Fonte: (Mirian Ritzel - Museu Municipal de Cachoeira do Sul)

Aos amigos pesquisadores, segue mais um clube que foi devidamente desenterrado, tanto na sua história quanto nos escudos. Essa descoberta só foi possível graças a duas pessoas: aos Pesquisadores e Historiadores, Douglas Marcelo Rambor e Cláudio Sérgio Engel. 

 O Tamandaré Atlético Clube foi uma agremiação da cidade de Cachoeira do Sul (RS). O Tamandaré AC participou do Campeonato Gaúcho (Zona da Serra) de 1934.  A história do clube que está em posse de Cláudio Sérgio Engel, foi deixada pelo amigo Cléo Riccardi, ex-funcionário do Banrisul.

O Tamandaré AC, teria nascido nas barrancas do Rio Jacuí lá na sede do Grêmio Náutico Tamandaré, reunidos um punhado de amigos que gostavam de pescaria entre eles lembro-me de Delcassê Bastos, Mário e Carlos Gnhignatti, Edgar Amaro, Ten. Ben-Hur, Humberto Atílio Guidugli, Rodopho Gonzalez e outros Fundaram no dia 03 de maio de 1928.

Em mais de 1000 times cachoeirenses fundados no século XX.  Estreou perdendo por 4 a 0 para o Gaúcho dessa cidade no dia 13 de outubro de 1928. Seis times foram profissionais  e o TAC  iniciou no dia 10 de março de 1943. Já a sua última peleja aconteceu no dia 31 de agosto de 1944, onde perdera para o Guarany por 2 a 1. Jogando em toda sua história pequena de 24 anos de vida futebolística jogara apenas 216 partidas. (texto e foto publicados no www.cacelain.com.br)

Observação: Cláudio Sérgio Engel é um profundo conhecedor do futebol amador e profissional de Cachoeira do Sul. Nesse link: http://w3.ufsm.br/miscelanea/radar/print.php?type=N&item_id=78 é possível ouvir muitas histórias, no seu programa ‘Radar Esportivo’, na Rádio Universidade 800 AM de Santa Maria.


1914. Primeira formação do Cachoeira F.C. (Foto publicada no Grande Álbum de Cachoeira - de Benjamin Camozato, em 1922.

2 comentários:

mazola e durango em cachoeira do sul sapiranga na ilha da pintada e rivelino no bairro sarandivila elizabeth poa disse...

tive vendo as fotos mas não vi o joazinho (pulga) mas tala por 1957 ate 1959hora no cachoeira hora no guarani ate um vez que o grêmio foi penta gaúcho ele fez o segundo gol da vitória do cachoeira de 2x1 sobre apoderosa equipe do gremioisto ele ficou doente outro dia porque ele era gremista de coraçaoe amae teve que fazer cha anoite todo pra ele melhorar ai eu vi ele dizer pra mae del que tava doente porque fez o segundo gol contra o grêmio hahaha eu colorada quase morri de rir ele me chingou e disse se eu falasxe pra alguém ele ia me emforcar com uma corda no pescoço hahah ate fiquei com medo na época enao falei pra nimguem mas agora omano já morreu eu falei pra voçes ok mas não espalhe eu como colorado também aconteceria o mesmo o meu apelido ai em cachoeira na época era durando kidi porque trabalhava no cine coliseueamae dele um dia perguntou se eu assistia muitofilma já que trabalhava no cinema e disse que so via os filmes do durango kidi deu pra mim ficou o apelid depois vim pra porto alegre co 17 ano e fuimorar na ilha da pintada ai me apelidram de sapirango por o inter ter um ponta direicom este nome mas casi evim morar no bairro Sarandi e porcausa do futebol me apelidaram de Rivelino tudo por causa do futebolmas so joguei de graça nos time

Cássio Alessandroperusocanto disse...

Vc tem alguma coisa sobre o Paquetá?