quarta-feira, 10 de abril de 2013

Copa Arizona


Este torneio foi disputado na década de 70 e envolvia clubes amadores de todo Brasil. Era organizado e patrocinado pelos "Cigarros Arizona" e pelo jornal "Gazeta Esportiva". Após as fases regionais, que classificava equipes de todo o Brasil, as finais eram sempre disputadas na cidade de São Paulo.

Os times campeões

1974 - Ajax (Osasco/SP)
1975 - E.C. Golfinho, de Guarulhos (SP)
1976 - E.C. Golfinho (Guarulhos-SP)
1977 - Francisco Xavier Imóveis E.C. (RJ)
1978 - A.A. Portofelicense (Porto Feliz-SP)
1979 - Associação Desportista Classista Frum (SP) 
1980 - Francisco Xavier Imóveis E.C. (RJ) 

O torneio teve em 1980 uma mudança. As finais mudaram de São Paulo, para o Rio de Janeiro. Era uma forma de expandir a propaganda para outros centros. O título ficou com o Francisco Xavier Imóveis, do Rio de Janeiro. Abaixo as fichas das finais:

Francisco Xavier Imóveis, campeão da última edição da "Copa Arizona", em 1980.

ADC Frum, vice-campeão de 1980.

Equipes participantes

Zona Norte/Nordeste - Gigante Rubro (Natal-RN)
Zona Centro/Sudeste - Francisco Xavier Imóveis (RJ)
Zona Sul/Sudeste - ADC Frum (SP)

Fase Final

Francisco Xavier Imóveis 1 X 0 Gigante Rubro
Data: 24 de outubro de 1980
Local: Estádio do Bonsucesso
Juiz: Valdo Luis Machado
Gol: Rui
Francisco Xavier: Delfino - Tizil - Geraldão - Otávio e Canário - Rui - Paulinho (Vila) e Djalma - Mendes, Izac e Cazela (Levi).
Gigante Rubro: Romildo - Saraiva - João Maria - Grimaldi e Ronaldo - Álvaro - Valério e Marcos - Ferreira - Neto e Hideraldo.

ADC Frum 0 X 0 Gigante Rubro
Data: 25 de outubro de 1980
Local: Estádio do Bonsucesso
Juiz: Antonio Dornellas
ADC Frum: Zé Roberto - Valtão - Alemão - Leonardo e Gato - Zucheto - Junior e Novaes - Cerejeira - Kiko (Teixeira) e Mauro (Reginaldo).
Gigante Rubro: Romildo - Saraiva - João Maria - Grimaldi e Ronaldo - Álvaro (Marcos) - Valério e Tito - Ferreira - Neto (Viana) e Adelmo.

Francisco Xavier 1 X 0 ADC Frum
Data: 26 de outubro de 1980
Local: Estádio do Bonsucesso
Juiz: Valdo Luis Machado
Gol: Izac
Francisco Xavier: Delfino - Tizil - Geraldão - Otávio e Canário - Rui (Vila) - Reinaldo e Djalma - Mendes - Izac e Levi.
Frum: Zé Roberto - Reginaldo - Valtão - Alemão e Leonardo - Zucheto - Junior (Neovaldo) e Novaes - Kiko - Teixeira e Valverde (Mauro).
Observação: A partida foi encerrada aos 79 minutos pela expulsão de cinco jogadores da equipe paulista.

Ouro Verde, de Ijuí, campeão do Rio Grande do Sul, na "Copa Arizona" de 1980. A equipe campeã: Poty - Zé Galvão - Casca - Paulo Perin e Jair - Toni - Lauri e Pincho (Paulo Morais) - Bertil (Gelson) - Capucho e Dirceu. O principal time gaúcho veio de Ijuí diversas vezes para disputar a fase final realizada em São Paulo. Ele era tão prestigiado pela população local que recebia ampla cobertura ao vivo da emissora da rádio da cidade. Era uma equipe tecnicamente muito boa, onde jogou Dunga, mais tarde defensor e técnico da seleção do Brasil e hoje treinador do S.C. Internacional, de Porto Alegre.

Copa Arizona de 1979

Final

ADC Frum 3 X 1 Kosmos

Campeão: ADC Frum (SP)
Vice-campeão: Kosmos (PI)
3º Leal (DF)
4º lugar – Cruzeiro E.C. - Tres Rios (RJ)

Em maio de 1979 o S.C. Corinthians, de Vila Piauí, alcançou uma de suas maiores conquistas: 6º lugar, em todo o Estado de São Paulo, na "Copa Arizona", perdendo nas semifinais para o ADC Frum, da Vila Maria, por 3 X 2, no Centro Esportivo Geraldo José de Almeida (Pirituba). O time entrou em campo com: Cicito - Bila - Miguel - Paulinho - Geléia - Pistão - Luiz Antônio - Zito (Wilsão) - Assis - Marquinhos e Val.

Equipe do Lundense, de Pedro Leopoldo (MG), na decisão da fase regional da Copa Arizona, anos 70. Em pé: Jair Cinco Minutos (Massagista) - Tonico Viana - Perusca - Getúlio - Marcinho Santana - Du de Ilma - Raimundinho - Ademir e Tirriu (Presidente). Agachados: Pretinho de S. José da Lapa (ex-prefeito daquela cidade) - Jaquinho - (?) - Toniquinho - Luizinho - Joãozinho de Rodolfo (pai de Rodrigo, jogador do América-MG) e Raimundo Marcelo (treinador).

No ano de 1978, participando do campeonato brasileiro de futebol amador promovido pelo jornal “A Gazeta Esportiva” e pela Companhia de Cigarros Souza Cruz, a Associação Atlética Portofelicense, de Porto Feliz (SP), sagrou-se campeã nacional da “Copa Arizona de Futebol Amador”, feito esse que projetou não só o clube como também a cidade no cenário esportivo brasileiro, oportunidade em que enfrentou e venceu clubes de todo o Brasil, inclusive dos estados do Rio Grande do Sul, Goiás, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, etc. No jogo final a Portofelicense sagrou-se campeã ao vencer o Elnema por 3 X 0, gols de Django, Nenê e Wilson. Participaram 5.120 equipes de todo o Brasil.



No final do ano de 1977 após o termino do campeonato varzeano, a diretoria da equipe que representava os trabalhadores do Entreposto de Pesca de Santos resolveu paralisar suas atividades. Um Armador da Pesca conhecido como “Néquinho”, resolveu dar continuidade as atividades esportivas dessa comunidade e fundou o G. E. Pescados Moura, nome de sua empresa.

Com as cores de seu uniforme em vermelho e amarelo teve como primeiro desafio disputar a Copa Arizona. Avançou de fase municipal chegando a disputar até as quartas de final da fase estadual quando foi eliminado a apenas dois jogos para a fase nacional. Nos campeonatos varzeanos da cidade sagrou-se bicampeão nos anos 1982 e 1983 e vice- campeão de 1984, tendo também disputado o título do Torneio da Amizade de Futebol da Liga de Futebol Amador de Santos, contra o E. C. Curvão do Marapé, onde foi derrotado por um a zero.

1977 - Campeão Francisco Xavier Imóveis. com 1.536 equipes de 16 estados.

O Estrela Vermelha F.C., de Ijuí (RS), fundado em 12 de setembro de 1972, foi campeão estadual da "Copa Arizona" de 1977, conquistando seu primeiro título com o gol de Adel, vencendo o Independentes, de Vila Farrapos, por 1 X 0, no dia 21 de março.

Nascente E.C., do Anil, São Luiz (MA), bi-campeão estadual da "Copa Arizona".

Delegação do Ajax, de Florianópolis (SC), posa para fotografia antes de decolar com destino a "Copa Arizona", em São Paulo, 1977. Aeroporto Hercílio Luz.

Equipe bi-campeã da Copa Arizona, fase estadual, em 1977 e 1979. Primeira Fila: Tuta - Gilberto Nahas - Peixinho - Giba - Casinho - Frederico Botelho - Odílio e Zé Luis. Segunda Fila: Beco - Ricardo - Clovis - Cássio - Sergio - Zulmar - Carlinhos e Chico Botelho. Sentados: Admir - Machadinho - Sidnei - Teka - Bodinho - Célio e Renato.

O time da Campineira, de Sobradinho DF), vice-campeã da "Copa Arizona de 1976". Na decisão, a equipe brasiliense foi derrotada pelo E.C. Golfinho, de Guarulhos (SP), por 1 X 0. Neste jogo, a Campineira atuou sem o seu melhor atacante, o goleador Zé Afonso. A partida, em seu tempo normal, terminou empatada em 0 X 0, sendo necessária a realização da prorrogação. Só no segundo período desta prorrogação, aos dois minutos, é que o Golfinho chegou à vitória, com um gol de Mauro.

Mesmo não conquistando o título do torneio, a Campineira retornou vitoriosa pois realizou uma campanha espetacular, elevando o nome do futebol amador de Brasília em outras regiões do Brasil. No jogo final, a Campineira contou com esses jogadores: Ari - Cláudio - Zezão - Sir Peres e Marcos - Peba (Dorival) - Toti e Júlio - Vino - Dásio (Antônio Carlos) e Santos.

O Atlas, do bairro São José. em Ijuí (RS), que sagrou-se vice-campeão estadual da Copa Arizona em 1976. A imagem consta na página 215 do livro ''O futebol em Ijuí - Documentário'', do jornalista e historiador Ademar Campos Bindé.

O E.C. Golfinho, de Guarulhos (SP), foi campeão nacional da "Copa Arizona", em 1975, e como prêmio ganhou uma viagem ao Chile, onde participou de um torneio quadrangular. Os jogos foram transmitidos ao vivo pela rádio Boa Nova, através do narrador  Osvaldo Tassi, com comentários de Hermano Herig. No Chile, o Golfinho jogou nas cidades de Peñaflor, São Vicente de Tagua-Tagua e disputou a final em Santiago do Chile, sagrando-se campeão do Torneio Internacional.

E.C. Golfinho, de Guarulhos, campeão da "Copa Arizona", de 1975.

Em 1975, jogando contra o Golfinho de Guarulhos, a final da fase estadual da "Copa Arizona", o Moleque perdeu por 3 X 1, e ficou com o vice. Porém, a imagem mais impressionante desse jogo não estava no campo, mas sim nas arquibancadas. Trata-se da imensa torcida que o Moleque Travesso atraiu: cerca de 10 mil pessoas, que lotaram o Estádio Conde Rodolfo Crespi, do C.A Juventus.

O Colorado, ganhou a Copa Arizona, fase do Paraná, em 1975 e ganhou como prêmio uma viagem a Buenos Aires onde enfrentou, no Colosso de Nunes,o River Plate amador, empatando sem abertura da contagem. Time que ficou na história, comandado por Rubens Malantônio: Alvacir - Valdir - Douglas (capitão) - Sérgio (Cid) - Euclides (Ico) - Leocádio - Hildo - Joel - Aramis - Bozza (Menga e Martin. Participaram dessa edição da "Copa Arizona", 2048 equipes de todo o país.

Nos seus primeiros seis meses de existência o AD Ajax, de Florianópolis, tornou-se Campeão da Copa Arizona estadual e foi até São Paulo, onde representou Santa Catarina na fase nacional.

Ajax, de Osasco (SP), campeão da Copa Arizona de 1974. Participaram da competição 1.024 equipes, de 10 Estados de todo o Brasil.

Black Power , vice-campeão da "Copa Arizona", fase paulista, em 1974. Perdeu na final para o ADC Frum, da Vila Maria, por 1 X 0.

5 comentários:

JANE TADEU DA SILVA Silva disse...

CARA o nosso time chamado BEIRA RIO FC da cidade de ELDORADO - SP participamos aqui no VALE DO RIBEIRA e fomos TRI CAMPEÃO DA NOSSA REGIÃO VALE DO RIBEIRA em 74,75,76 e fomos pra SP aonde enfrentamos o FLAMENGO GUARULHOS hoje são profissionais em SPem 74 no primeiro Jogo e perdemos COM meu GOL anulado legitimo por 2x1, 75 RIGEZA DE VALINHOS levamos uma sapatada de 6x1 aquele dia nada deu certo e 76 não estou lembrando, mais foi muito legal esse TORNEIO.

gilmar antonio Viana disse...

Jane jogava muito.Eu disputei 03 copas arizona,com 16 anos pelo Ajax,com 17 pelo Haley e com 18 pela PM de Registro. O melhor jogo em minha opinião foi contra o 55 de Iguape. Aliás, só tinha craque nessa época. Felicidade! Gilmar Beta

Anônimo disse...

Se quiserem tenho o programa de bordado do escudo do EC Golfinho e até faço camisas. contate me : franciscotardivoneto@yahoo.com.br

Moro em Guarulhos /SP

Reinaldo Ginicolo disse...

Olá ... Meu Nome é Antônio Lasko , morador do bairro de Pirituba - Sp.
Possuo uma recordação muito antiga dos anos 50. Na ocasião eu fazia parte do Clube Juventude Esportiva Arsenal de Pirituba ( Vila Bonilha ) e era também jogador do time atuando como ponta esquerda.
O distintivo do Clube foi aqui reconstituido procurando ficar o mais próximo possível das características originais da época devido a pouca existência de fotos. A foto que possuo é referente ao time que foi fundado em 1957.
Contato : reiginicolo@hotmail.com
através do qual posso encaminhar essa foto que foi cuidadosamente recuperada.

Jesus é o caminho disse...

Se tiver alguma coisa da copa Arizona no ceará por favor poderia postar.