segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Grandes estádios do interior

Estádio Joaquim Nogueira Filho, em Sete Lagoas (MG)
Apelido: Arena do Jacaré
Proprietário: Prefeitura Municipal de Sete Lagoas
Inauguração: 28 de janeiro de 2006, com o jogo Democrata F.C. 3 X 0 Clube Atlético Mineiro
Primeiro gol: Paulo César, do Democrata
Capacidade: 18.850 pesoas
Público recorde: 20.500 pessoas, no Jogo Democrata F.C. 1 x 0 Atlético Mineiro, válido pela 1ª rodada do Campeonato Mineiro de 2008.
Curiosidade: Em 2010, com a reforma do Mineirão para a Copa do Mundo de 2014, a "Arena do Jacaré" passou a receber os jogos dos times da capital mineira

Estádio Municipal Juscelino Kubitschek, em Itumbiara (GO)
Proprietário: Prefeitura Municipal de Itumbiara
Inauguração: 10 de outubro de 1976, com o jogo Itumbiara E.C. 0 X 0 C.R. Vasco da Gama, do Rio de Janeiro
Primeiro gol: Zé Carlos, do Itumbiara E.C., em 19 de outubro de 1977
Capacidade: 33 mil pessoas
Público recorde: 27.795 torcedores, no jogo inaugural do estádio
Curiosidade: No dia 4 de março de 2009, pela Copa do Brasil, o Corinthians enfrentou o Itumbiara no Estádio JK, lugar onde Ronaldo Fenômeno retornou aos gramados depois de 387 dias sem jogar em uma partida oficial, atuando por 27 minutos durante o segundo tempo.
Arena Barueri, em Barueri (SP)
Proprietário: Prefeitura Municipal de Barueri
Inauguração: 26 de maio de 2007, com o jogo Grêmio Barueri 2 x 1 Criciúma
Primeiro gol: Silvio Criciúma (Criciúma)
Capacidade: 31.452 pessoas
Público recorde: 28.557 pagantes, no jogo Palmeiras 2 x 0 Curitiba, realizado dia 5 de julho de 2012, válido pela Copa do Brasil

Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Origem do nome: O nome Santa Cruz refere-se ao bairro onde o estádio foi construído, o Santa Cruz do José Jacques.
Proprietário: Botafogo Futebol Clube
Inauguração: O estádio foi inaugurado no dia 21 de Janeiro de 1968, quando o Botafogo de Ribeirão Preto goleou por 6 X 2 a Romênia.
Primeiro gol: Sicupira, jogador do Botafogo, foi autor do primeiro gol no estádio.
Capacidade: 50 Mil pessoas
Recorde de público: Em 17 de Março de 1993, cerca de 72.000 pessoas foram ao Santa Cruz ver a Seleção Brasileira empatar em 2 X 2 com a Polônia.
Jogos Importantes: Finais do Paulistão de 1995, semifinais do Rio-São Paulo de 1995, amistoso internacional Brasil x Chile, semifinais e final do Paulistão 2001, abertura Paulistão 2009 (Palmeiras x Santo André).

Estádio Palma Travassos, em Ribeirão Preto (SP)
Proprietário: Comercial Futebol Clube
Origem do nome: Para homenagear o doador do terreno onde fica o estádio, a diretoria comercialina batizou o campo com o nome de: Estádio Dr. Francisco de Palma Travassos.
Apelido: "Jóia de Cimento Armado"
Inauguração: O Estádio Palma Travassos foi inaugurado em 14 de outubro de 1964, no jogo amistoso Comercial F.C. 2 X 3 Santos F.C.
Primeiro gol: O atacante comercialino, Paulo Bin, fez o primeiro gol da história do estádio
Primeiro jogo noturno: No dia 4 de fevereiro de 1966, o Comercial venceu por 3 X 0 o Palmeiras na inauguração dos refletores do Palma Travassos. Foi o primeiro jogo, oficialmente reconhecido, a ser disputado a noite em Ribeirão Preto.
Capacidade: 35 mil expectadores
Recorde de público: 34.400 pessoas no jogo Comercial 0x0 Botafogo de Ribeirão Preto, no dia 20 de julho de 1986.

Estádio Olímpico Colosso da Lagoa, em Erechim (RS)
Proprietário: Ypiranga F.C.
Inauguração: 2 de setembro de 1970, com o jogo Grêmio Portoalegrense 0 X 2 Santos F.C.
Primeiro gol: Pelé, do Santos F.C.
Capacidade: 30 mil torcedores
Público recorde: 25 mil torcedores no jogo Ypiranga F.C. 0 X 2 S.C. Internacional de Porto Alegre
, disputado no dia 18 de agosto de 1974

Arena Joinville, em Joinville (SC).
Proprietário: Prefeitura Municipal de Joinville
Inauguração: 25 de setembro de 2004, com o jogo Joinville S.C. X Seleção de Masters
Primeiro gol: Donizete "Pantera", pela Seleção de Masters.
Capacidade: 22.400 expectadores
Público recorde: 20 mil pessoas, no jogo Joinville 4 X 0 CRB, dia 3 de novembro de 2011

Estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS).
Proprietário: Grêmio Esportivo Brasil
Inauguração: 23 de maio de 1943, com o jogo G.E. Brasil 2 X 3 G.E. Força e Luz, de Porto Alegre
Primeiro gol: Lucão, do G.E. Brasil
Capacidade: 18 mil expectadores
Público recorde: G.E. Brasil 2 x 0 C.R. Flamengo, do Rio de Janeiro, em 18 de julho de 1985, pelo Campeonato Brasileiro.

Estádio da Boca do Lobo, em Pelotas (RS).
Proprietário: Esporte Clube Pelotas
Inauguração:  25 de outubro de 1908, com o jogo S.C. Pelotas 2 X 3 S.C. Rio Grande
Primeiro gol: Curt Rheingantz, do S.C. Pelotas 
Capacidade: 23.336 torcedores
Público recorde: 23.336, em 1910, no jogo E.C. Pelotas 2 X 3 Grêmio Portoalegrense 
Nome antigo: Estádio da Avenida

Estádio Alfredo Jaconi, em de Caxias do Sul (RS).
Proprietário: Esporte Clube Juventude
Inauguração: 23 de março de 1975, com o jogo E.C. Juventude 0 X 0 G.E. Flamengo, de Caxias do Sul
Primeiro gol: Ronaldo da S.E. Palmeiras, em 4 de abril de 1975
Público recorde: 37.740 pagantes, no jogo E.C. Juventude 0 X 1 Grêmio Portoalegrense, em 27 de novembro de 1976

Estádio Municipal Barão de Serra Negra, em Piracicaba (SP).
Proprietário: Prefeitura Municipal de Piracicaba
Inauguração: Em 4 de setembro de 1965, com o jogo XV de Novembro 0 X 0 S.E.Palmeiras
Primeiro gol: Flávio, do S.C. Corinthians Paulista
Capacidade: 18 mil pessoas

Estádio Benedito Teixeira, o "Teixeirão", em São José do Rio Preto (SP).
Proprietário: Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto
Inauguração: 10 de fevereiro de 1996, com o jogo América F.C. 2 x 3 São Paulo F.C., pelo Campeonato Paulista
Primeiro gol: Valdir, do São Paulo F.C.
Capacidade: 32.936 pessoas

Estádio "Brinco de Ouro da Princesa", em Campinas (SP).
Proprietário: Guarani Futebol Clube
Inauguração: 31 de maio de 1953, com o jogo Guarani F.C. 3 X 1 S.E. Palmeiras
Primeiro gol: Nilo, do Guarani
Capacidade: 32.341 expectadores
Público recorde: 52.002 pessoas, no jogo Guarani F.C. 2 X 3 C.R. Flamengo, do Rio de Janeiro, pelo Campeonato Brasileiro, realizado em 15 de abril de 1982.

Estádio Bruno José Daniel, em Santo André (SP).
Primeira denominação: Estádio Municipal de Santo André
Proprietário: Prefeitura Municipal de Santo André
Inauguração: 14 de dezembro de 1969, com o jogo E.C. Santo André 0 X 4 S.E. Palmeiras
Primeiro gol: Wagner, da S.E. Palmeiras
Capacidade: 18 mil torcedores
Público recorde: 21 mil pessoas no jogo E.C. Santo André 0 X 0 S.C. Corinthians Paulista, realizado em setembro de 1983.

Estádio Municipal Jacy Scaff, conhecido como "Estádio do Café, em Londrina (PR).
Proprietário: Prefeitura Municipal de Londrina
Inauguração: Em 22 de agosto de 1976, com o jogo Londrina E.C. 1 X 1 C.R. Flamengo, do Rio de Janeiro
Primeiro gol: Paraná, do Londrina E.C.
Capacidade: 36 mil expectadores
Público recorde: 54.178 pessoas, no jogo Londrina E.C. 1 X 0 S.C. Corinthians Paulista, realizado em 15 de fevereiro de 1978

Estádio Municipal João Lamego Netto, o "Ipatingão", em Ipatinga (MG).
Proprietário: Prefeitura Municipal de Ipatinga
Nome antigo: Estádio Municipal Epaminondas Mendes Brito
Apelidos: "Ipatingão", "Lamegão" e "Gigante do Parque Ipanema"
Inauguração: 23 de novembro de 1982, com o jogo Seleção Municipal de Ipatinga 0 X 3 Cruzeiro E.C., de Belo Horizonte
Primeiro gol: Eudes, do Cruzeiro E.C.
Capacidade: 25.500 torcedores
Público recorde: 35 mil pessoas, no jogo Cruzeiro E.C. 1 x 2 Clube Atlético Mineiro, realizado no dia 7 de abril de 1996.

Estádio Governador Ernani Sátyro, o "Amigão", em Campina Grande (PB).
Proprietário: Governo do Estado da Paraíba
Inauguração: Em 8 de março de 1975, com o jogo Campinense Clube 0 X 0 Botafogo F.R., do Rio de Janeiro
Primeiro gol: Pedrinho Cangula, do Campinense Clube
Capacidade: 35.770 pessoas
Público recorde: 42.149 torcedores no jogo Treze F.C. 1 X 3 C.R. Flamengo, do Rio de Janeiro, realizado em 7 de fevereiro de 1982

Estadio Francisco Stédile, o "Centenario", em Caxias do Sul (RS).
Proprietário: Sociedade Esportiva e Recreativa Caxias do Sul
Apelido: O apelido Centenário foi uma homenagem aos cem anos de colonização italiana ocorrida em 1975
Inauguração: Em 12 de setembro de 1976, com o jogo S.E.R. Caxias 2 x 1 S.C. Internacional, de Porto Alegre, válido pelo Campeonato Brasileiro
Primeiro gol: Osmar, da S.E.R. Caxias
Capacidade: 32.822 expectadores
Público recorde: 30 mil pagantes, no jogo S.E.R Caxias 1 X 1 Guaratinguetá, disputado dia 16 de agosto de 2009, válido pelo Campeonato Brasileiro da 3ª Divisão.

Estádio Municipal Frédis Saldivar, o "Douradão", em Dourados (MS)
Proprietário: Prefeitura Municipal de Dourados
Homenagem: O nome é uma homenagem à Fredis Saldivar, que doou o terreno onde o estádio foi construído,
Inauguração: Em 12 de abril de 1986, com o jogo Ubiratan E.C. 4 X 2 Mixto E.C., de Cuiabá (MT)
Primeiro gol: Ademir Patrício, do Ubiratan E.C.
Capacidade: 30 mil torcedores
Público recorde: 18.780 pessoas no jogo Ubiratan E.C. 1 x 1 Operário F.C., de Campo Grande (MS), realizado dia 17 de julho de 1988

Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC).
Apelido: Majestoso
Proprietário: Criciúma Esporte Clube
Inauguração: Em 16 de outubro de 1955, com o jogo Comerciário E.C. 0 X 1 Imbituba
Mudança de nome: Em17 de março de1978 aconteceu a mudança do nome, passando o Comerciário Esporte Clube a se chamar Criciúma Esporte Clube
Capacidade: 22 mil expectadores
Público recorde: 31.123 pessoas, dia 6 de agosto de 1995, no jogo Criciúma 1 x 0 Chapecoense, válido pelo Campeonato Catarinense
Estádio Municipal Joao Havelange, o "Parque do Sabiá", em Uberlândia (MG).
Proprietário: Prefeitura Municipal de Uberlândia
Inauguração: Em 27 de maio de 1982, com o jogo Seleção Brasileira 7 X 0 Seleção da Irlanda
Capacidade: 50 mil torcedores, é o maior estádio do interior do país.
Primeiro gol: Falcão, pela Seleção Brasileira
Público recorde: 80 mil pessoas, no jogo inaugural do estádio.

Estádio Municipal Eduardo José Farah, o "Prudentão", em Presidente Prudente (SP).
Proprietário: Prefeitura Municipal de Presidente Prudente
Inauguração: 12 de outubro de 1982, com o jogo E.C. Corinthians de Presidente Prudente 0 x 1 Santos F.C.
Primeiro gol: Paulinho McLaren, do Santos F.C.
Capacidade: 44.414 pessoas
Público recorde: 45.972 pessoas, no jogo S.E. Palmeiras 3 X 1 S.C. Corinthians Paulista, disputado no dia 3 de março de 1996

Estadio Major José Levy Sobrinho, o "Limeirao", em Limeira (SP).
Proprietário: Prefeitura Municipal de Limeira
Inauguração: Dia 30 de janeiro de 1997, com, o jogo A.A. Internacional de Limeira 2 x 3 S.C. Corinthians Paulista
Primeiro gol: Tião Marino, da A.A. Internacional de Limeira
Capacidade: 18 mil expectadores
Público recorde: 44 mil pessoas, no jogo inaugural do estádio.

Estádio Moisés Lucarelli, em Campínas (SP).
Proprietário: A.A. Ponte Preta
Inauguração: 12 de setembro de 1948, com o jogo A.A. Ponte Preta 0 X 3 E.C. XV de Piracicaba
Primeiro gol: Sato, do XV de Piracocaba
Capacidade: 19.728 pessoas
Público recorde: 37.274 expectadores, no jogo no jogo A.A. Ponte Preta 1 X 3 São Paulo F.C., realizado dia  1 de setembro de 1978

Estádio Municipal Radialista Mário Hélenio, Juiz de Fora (MG).
Primeira denominação: Estádio Regional
Proprietário: Prefeitura Municipal de Juiz de Fora
Inauguração: 30 de outubro de 1988, com o jogo Sport Juiz de Fora 3 x 2 Tupi F.C.
Primeiro gol: ???
Capacidade: 30 mil torcedores sentados
Público recorde: 62.180 pessoas no jogo inaugural
Apelido: Helenão

Estádio Olímpico Regional Arnaldo Bussato, em Cascavel (PR)
Proprietário: Prefeitura Municipal de Cascavel
Inauguração: 10 de novembro de 1982, com o jogo Cascavel 0 X 1 São Paulo Futebol Clube
Primeiro gol: Paulo César, do São Paulo Futebol Clube
Capacidade: 28.125 pessoas
Recorde de público: 45 mil pessoas no jogo inaugural, recorde que não será mais quebrado, visto que a capacidade atual do estádio é para 28.125 pessoas.
Grandes jogos: No período de 18 a 29 de janeiro de 2000, foram realizados os jogos Pré-Olimpicos do grupo “B”, entre as seleções da Argentina, Bolívia, Paraguai, Peru e Uruguai. Recebeu grandes times brasileiros, com destaque para Seleção Brasileira Sub-23 (em jogo contra o Flamengo em 1986), Atlético Paranaense, Coritiba, Internacional e Grêmio. O último jogo de grande importância foi entre as equipes do Coritiba e do Santos, válida pelo Campeonato Brasileiro de 2009, com a vitória Santista com gol do lateral esquerdo Léo. Uma curiosidade sobre este jogo: Devido ao fato da partida ser na época que o Brasil enfrentava a epidemia de Gripe A, a Secretaria de Saúde do município distribuiu máscaras cirúrgicas para os torcedores, o que tornou este jogo conhecido nacionalmente e internacionalmente como "O Jogo das Máscaras".

Estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro), em Santos (SP).
Proprietário: Santos Futebol Clube
Inauguração: 12 de outubro de 1916. O jogo inaugural foi realizado10 dias depois, quando o Santos venceu o Ypiranga por 2 X 1, válido pelo Campeonato Paulista
Reinauguração: 27 de março de 1997, quando o Santos venceu o Internacional, em jogo válido pela Copa do Brasil.
Primeiro gol: Milon, do Santos F.C.
Capacidade: 16.798 torcedores

Estádio Vail Chaves, Mogi Mirim (SP)
Proprietário: Mogi Mirim Esporte Clube
Inauguração: 7 de julho de 1981, com o jogo Mogi Mirim E.C. 4 X 2 S.E. Palmeiras
Primeiro gol: Demetrius, do Mogo Mirim E.C.
Capacidade: 19.900 pessoas
Público recorde: 32 mil pessoas (17.685 pagantes), em 9 de março de 1986, no jogo Mogi Mirim E.C. 1 x 1 S.E. Palmeiras, pelo Campeonato Paulista
Antigos nomes do estádio: Estádio Wilson de Barros, Estádio Papa João Paulo II e Estádio Romildo Vitor Gomes Ferreira

Estádio Regional Willie Davis, Maringá (PR).
Proprietário: Prefeitura Municipal de Maringá
Inauguração: O estádio foi inaugurado no dia 12 de maio de 1957, com o jogo entre Melhoramentos 2 X 2 Londrina, em que Américo Dias Ferraz, então prefeito de Maringá, deu o pontapé inicial do jogo.
Reinauguração: 12 de outubro de 1976, com o jogo Grêmio Maringa 1 X 2 Botafogo, do Rio de Janeiro
Primeiro gol da reinauguração: Paquito, do Grêmio Maringá
Capacidade: 21.600 torcedores
Recorde de público: 34.118 torcedores assistiram o jogo Grêmio Maringá 3 X 2 Apucarana, realizado em 3 de março de 1996. Atualmente o estádio teve sua capacidade reduzida para 21.600 torcedores, não podendo receber mais os 35.000 torcedores que recebia nos anos 90.
Grandes jogos: O estádio já foi o palco de grandes jogos envolvendo equipes da cidade contra grandes times nacionais e até mesmo internacionais, como o jogo doGrêmio Maringá contra o Santos de Pelé e frente a Seleção Soviética célebre goleiro Lev Yashin, o "aranha negra".

Estádio Luiz José de Lacerda, em Caruaru (PE)
Nome antigo: Estádio Pedro Victor de Albuquerque
Apelido: Lecerdão
Proprietário: Central Sport Club
Inauguração: 19 de outubro de 1980, com o jogo Central S.C. 3 X 1 Seleção da Nigéria
Primeiro gol: Gil Mineiro, do Central S.C.
Capacidade: 19.584 torcedores
Público recorde: 24.250 expectadores, no jogo Central S.C. 2 X 1 C.R. Flamengo, do Rio de Janeiro, válido pelo Campeonato Brasileiro, realizado dia 22 de outubro de 1986

Estádio Alberto Oliveira, em Feira de Santana (BA)
Nome: Em 13 de novembro de 1966 foi inaugurado no mesmo local um novo estádio, mudando a posição do campo. O estádio foi rebatizado com o nome de Alberto Oliveira, em homenagem ao ex-vereador e ex-presidente do Fluminense de Feira Futebol Clube.
Nome antigo: Estádio Municipal Almachio Boaventura, em homenagem ao intendente que fez a terraplanagem do terreno em 1950
Apelido: Jóia da Princesa
Proprietário: Prefeitura Municipal de Feira de Santana
Primeira inauguração: 23 de abril de 1956, com o jogo Bahia de Feira 2 x 0 Galicia de Salvador
Primeiro gol da primeira inauguração: Mario Porto, do Bahia de Feira
Segunda inauguração: Em 13 de novembro de 1966. A reinauguração foi realizada pelo então governador Luís Viana . O Fluminense de Feira jogou amistosamente contra o Vasco da Gama do Rio de Janeiro , perdendo pelo placar de 1 X 0, gol contra do zagueiro Val. Foi nessa partida que se registrou o maior público da história do estádio, com 28 mil pagantes.
Primeiro gol da segunda inauguração: Gol contra de Val, zagueiro do Fluminense de Feira de Santana
Capacidade: 19.274 pessoas
Reforma: Em 1984 e 1985, o estádio passou por uma nova reforma e no jogo de reinauguração, realizado em 22 de agosto de 1985, em novo amistoso, o Fluminense de Feira deu o troco no Vasco e venceu o time carioca por 1 X 0. Nesse jogo se registrou o segundo maior público, com 20.254 pagantes.

Estádio Doutor Hermínio Ometto, em Araras (SP)
Apelido: Herminião
Nome: É uma homenagem ao fundador e ex-presidente do clube, o doutor Hermínio Ometto.
Proprietário: União São João Esporte Clube
Inauguração: 18 de maio de 1988, com o jogo União São João E.C. 1 X 1 Botafogo F.C., de Ribeirão Preto
Primeiro gol: Celso Luiz, do União São João E.C.
Capacidade: 22.100 torcedores
Público recorde: 21.497 torcedores no jogo União São João E.C. 1 X 1 Santos F.C., disputado no dia 28 de maio de 1995
Curiosidade: Foi nesse estádio que o goleiro Rogério Ceni marcou seu primeiro gol, no dia 15 de fevereiro de 1997

Estádio Alfredo de Castilhos, em Bauru
Apelido: Alfredão
Origem do nome: Alfredo de Castilho foi diretor da E.F. Noroeste do Brasil entre maio de 1925, nomeado pelo presidente Artur Bernardes, e 1929 e de 1934 até março de 1937. Faleceu em 1947.
Proprietário: Esporte Clube Noroeste
Inauguração: 5 de junho de 1960, com o jogo E.C. Noroeste 0 X 1 Campinas F.C.
Primeiro gol: ???
Capacidade: 18.866 pessoas
Curiosidade: O maior susto da história do Noroeste ocorreu no dia 23 de novembro de 1958. A partida era contra o São Paulo de Poy, Mauro Ramos de Oliveira e Dino Sani, no Estádio Alfredo de Castilho. Aos 25 minutos do primeiro tempo, a geral está em chamas. O incêndio consumiu as populares do Alfredão e causou pânico no público presente. O fogo ainda atingiu algumas casas, que ficavam nas proximidades. Cinco pessoas ficaram feridas.
Quanto ao jogo, ele foi retomado em 9 de dezembro, no campo do Bauru Atlético Clube, e o resultado final foi 3 a 1 para o Tricolor paulista.
Daí, depois de obras realizadas, com o empenho dos Ferroviários e da população de Bauru o estádio foi construído.
O Norusca só pôde mandar seus jogos em sua casa novamente no dia 5 de julho de 1960. Vitória do alvirrubro sobre o Palmeiras por 3 a 2. Só que o estádio agora era tinha outro nome: Ubaldo de Medeiros.
O novo estádio só voltaria a se chamar Alfredo de Castilho em 1964, com o Golpe Militar. Explica-se: Medeiros tinha sido partidário do governo João Goulart. Oficialmente, alegou-se que não se poderia dar nomes de pessoas vivas a obras públicas.

Estádio Doutor Adhemar de Barros, em Araraquara (SP)
Apelido: Arena da Fonte
Antigos nome: Estádio da Fonte Luminosa e Majestoso
Proprietário: Prefeitura Municipal de Araraquara
Inauuração: 10 de junho de 1951, com o jogo amistoso AFE 0 X 5 C.R. Vasco da Gama, do Rio de Janeiro
Primeiro gol: Fraça, do C.R. Vasco da Gama
Capacidade: 20.950 torcedores
Recorde de público: 21.254 pessoas, no jogo AFE 2 X 1 Ituano, pela Copa Paulista de Futebol, disputado no dia 22 de outubro de 2009.

Estádio Municipal Dr. Waldemiro Wagner, em Paranavai (PR)
Apelido: Felipão
Proprietário: Prefeitura Municipal de Paranavai
Inauguração: 23 de setembro de 1992, com o jogo Seleção Brasileira 4 X 2 Seleção da Costa Rica
Primeiro gol: Rai, da Seleção Brasileira
Capacidade: 25 mil expectadores
Público recorde: 23.725 pagantes, no jogo A.C. Paranavai 1 X 0 Paraná, realizado no dia 29 de abril de 2007
Curiosidade: A cobertura do Estádio Municipal Waldemiro Wagner foi recuperada em 2008. A cobertura havia sido destruída no final de 2005 durante o temporal que trouxe muitos estragos para a cidade.

Estádio Estadual Kleber José de Andrade, em Cariacica (ES)
Apelido: Monumental de Big Field
Proprietário: Governo do Estado do Espírito Santo
Antigo dono: Rio Branco A.C. Seu projeto original previa capacidade para 80 mil espectadores, mas devido a problemas financeiros, o clube jamais conseguiu concluir as obras. Em 2008, o estádio foi vendido por aproximadamente R$ 7 milhões para o governo do estado do Espírito Santo, devido ao grande número de dívidas do clube e à impossibilidade do mesmo em administrá-lo.
Inauguração: 7 de setembro de 1983, com o jogo Rio Branco A.C. 3 X 2 Guarapari
Primeiro gol:
Capacidade: 20 mil pessoas. O o estádio está passando por uma remodelação. Sua nova capacidade será de aproximadamente 23 mil pessoas.
Público recorde: 32.328 pessoas, no jogo Rio Branco 1 x 0 C.R. Vasco da Gama, do Rio de Janeiro, realizado em ???, válido pelo Campeonato Brasileiro da Série A, de 1986

Estádio Municipal Prefeito Dilzon Luiz de Melo, em Varginha (MG)
Apelido: "Melão", em decorrência do sobrenome Melo
Proprietário: Prefeitura Municipal de Varginha
Inauguração: 7 de outubro de 1988, com o jogo Flamengo de Várzea Grande 0 X 2 Atlético Mineiro
Primeiro gol: Renato Morungaba, do Atlético Mineiro
Capacidade: 15.471 torcedores
Público recorde: 19.800 torcedores, no jogo Flamengo (MG) 1 X 0 Cruzeiro, em 23 de abril de 1989
Curiosidade: O "Melão" foi palco do primeiro jogo que a Seleção Brasileira realizou se preparando para a Copa de 1994, uma vitória sobre a Iugoslávia por 3 X 1 em 30 de outubro de 1991.A campanha vitoriosa a partir deste jogo culminou com a conquista do Tetracampeonato Mundial de Futebol.

Estádio Jader Fontenelle Barbalho, em Santarém (PA)
Apelidos: "Colosso do Tapajós" e "Barbalhão"
Proprietário: Governo do Estado do Pará
Inauguração: 11 de março de 1987, com o jogo São Raimundo 1 X 1 São Francisco
Primeiro Gol: Valdir Almeida, do São Francisco
Capacidade: 19.524 pessoas
Público recorde: ???
Curiosidade: O Ministério Público do Estado do Pará ingressou com ação civil pública, contra o Governo do Estado e a prefeitura de Santarém, para obrigar a mudança do nome do estádio. A ACP é fundamentada na Lei 6.454/77, que proíbe atribuir nomes de pessoas vivas a bens públicos.

Estádio Municipal Adail Nunes da Silva, em Taquaritinga (SP)
Apelido: "Taquarão"
Proprietário: Prefeitura Municipal de Taquaritinga
Inauguração: 1 de maio de 1983, com o jogo C.A. Taquaritinga 5 X 2 Cruzeiro E.C., de Belo Horizonte (MG)
Primeiro gol: Douglas Onça, do Cruzeiro E.C.
Capacidade: 35 mil pessoas
Público recorde: 25.200 pessoas, dia 10 de julho de 1983, no jogo C.A.Taquaritinga 2 x 0 S.C. Corinthians Paulista, válido pelo Campeonato Paulista
Curiosidade: O estádio foi construido em 90 dias, graças a mobilização da comunidade, para garantir ao TAC participar do Campeonato Paulista de 1983.

Estádio Municipal Engenheiro Luthero Lopes, em Rondonópolis (MT)
Apelido: "Caldeirão"
Proprietário: Prefeitura Municipal de Rondonópolis
Inauguração: 22 de março de 2000, com o jogo União E.C. 0 X 4 Grêmio Portoalegrense, válido pela Copa do Brasil
Primeiro gol: Ronaldinho Gaúcho, do Grêmio Portoalegrense
Capacidade: 19 mil pessoas
Recorde de público: 18.850 pessoas no jogo inaugural
Coriosidade: O estadio ja recebeu grandes equipes do futebol brasileiro, como Goiás Esporte Clube,  Clube de Regatas Vasco da Gama, Santa Cruz Futebol Clube (PE), Guarani Esporte Clube (SP) e Sport Club Internacional

Estádio Municipal Bento de Abreu Sampaio Vidal, em Marília (SP)
Apelido: "Abreuzão"
Origem do nome: É uma homenagem a um dos fundadores da cidade de Marília, Bento de Abreu Sampaio Vidal.
Proprietário: Prefeitura Municipal de Marília Inauguração: Em 4 de abril de 1967, com o jogo ???. A iluminação foi inauguarada em 4 de setembro de 1968. Primeiro gol: ??? Capacidade: 17.963 expectadores
Público recorde: ???  

Estádio Municipal Martins Pereira, em São José dos Campos (SP)
Origem do nome: É uma homenagem aos irmãos Nelson e Mário, fundadores do Esporte Clube São José
Proprietário: Prefeitura Municipal de São José dos Campos
Inauguração: Em 15 de marçio de 1970, com o jogo Clube Atlético Mineiro 1 x 0 Sport Clube Internacional, de Porto Alegre
Primeiro gol: Dadá maravilha, do Clube Atlético Mineiro
Capacidade: 15.317 pessos
Recorde de público: 25.100 pessoas, dia 11 de maio de 1997, no jogo São José E.C. 1 X 1 São Paulo F.C.  

Estádio Municipal  Nélson Antônio da Silva, em Jataí (GO)
Apelido: "Arapucão"
Proprietário: Prefeitura Municipal de Jataí
Inauguração: Em 1994, com o jogo Goiás E.C. X C.R. Flamengo, do Rio de janeiro
Primeiro gol: ???
Capacidade: 17 mil torcedores
Recorde de público: ???  

Estádio Municipal Jonas Duarte, em Anápolis (GO)
Proprietário: Prefeitura Municipal de Anápolis
Inauguração: Em 11 de abril de 1965 com o jogo Seleção de Anápolis 1 X 4 São Paulo F.C.
Primeiro gol: Rodarte, do São Paulo F.C.
Capacidade: 17.800 pessoas
Recorde de público: 18.100 pessoas, no jogo Anápolis F.C. 3 X 1 Goiás E.C., pela semi-final do Campeonato Goiano de 2008.  

Estádio Municipal Doutor Novelli Júnior, em Itu (SP)
Apelido: "Majestoso da Vila Nova"
Proprietário: Prefeitura Municipal de Itu
Inauguração: Foi inaugurado em 25 de maio de 1947, com o jogo Ituano F.C. 6 X 1 Amparo, e oficialmente reinaugurado em 28 de março de 1954 com o jogo Ituano F.C. 5 x 2 Batatais F.C. Capacidade: 18.560 torcedores
Público recorde: ???  

Estádio Municipal Silvio Salles, em Catanduva (SP)
Apelido: "Caldeirão da Bruxa"
Proprietário: Prefeitura Municipal de Catanduva
Inauguração: 1988
Primeiro gol: ???
 Capacidade: 16.444 torcedores
Público recorde: Foi no jogo em que o Palmeiras jogou e venceu o Grêmio Catanduvense em 1989 por 2 X 0, com 25 mil pagantes.

Estádio Municipal Mauro Sampaio, em Juazeiro do Norte (CE)
Apelido: "Romeirão"
Proprietário: Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte
Inauguração: 1 de maio de 1970, com o jogo Fortaleza 0 X 3 Cruzeiro E.C., de Belo Horizonte
Primeiro gol: Natal, do Cruzeiro E.C.
Capacidade: 16 mil pessoas
Público recorde: 24 mil pessoas, no dia 27 de novembro de 1977, no jogo Combinado Icasa/Guarani 2 x 2 Fluminense, do Rio de Janeiro
Curiosidade: Em 3 de junho de 1984, o "Romeirão" foi palco do jogo de despedida de Sócrates do futebol brasileiro, visto que o atleta estava se transferindo para o Fiorentina, da Itália. Foi um amistoso entre Corinthians X Vasco, que terminou com a vitória do clube paulista por 3 X 0

Estádio Municipal Doutor Augusto Schmidt, em Rio Claro (SP)
Antigo nome: Foi inaugurado com o nome de Dr. Álvaro Perin, e o Rio Claro F.C. convidou a participar das solenidades de inauguração do estádio, o Corinthians, o São Paulo, e o Velo Clube, que realizaram três partidas contra o anfitrião.
Apelido: "Schmidtão"
Proprietário: Prefeitura Municipal de Rio Claro
Inauguração: 28 de janeiro de 1973 com o jogo Rio Claro 1 x 2 S.C. Corinthians Paulista 
Primeiro gol: Tião Marino, do S.C. Corinthians Paulista
Capacidade: 15.969 torcedores
Público recorde: ???

Estádio Olímpico Municipal Gilberto Mestrinho, em Manacapuru (AM)
Origem do nome: O nome do estádio é uma homenagem ao ex-governador Gilberto Mestrinho

Apelido: "Gilbertão"
Proprietário: Prefeitura Municipal de Manacapuru. Atualmente é o maior estádio de futebol do interior do estado do Amazonas
Inauguração: Em 9 de novembro de 1986
Primeiro gol: ???
Capacidade: 15 mil torcedores
Público recorde: ???

Estádio Municipal Gilberto Siqueira Lopes, em Lins (SP)
Apelido: "Gilbertão"
Proprietário: Prefeitura Municipal de Lins
Inauguração: 1962, com o jogo C.A. Linense 2 x 4 Botafogo F.C., de Ribeirão Preto
Primeiro gol: ???
Capacidade: 15.770 pessoas
Público recorde: 13.851 torcedores, dia 3 de maio de 2010, no jogo C.A. Linense 3 x 3 São Bernardo F.C.

Estádio Municipal Professor Dario Rodrigues Leite, em Guaratinguetá (SP)
Apelido: "Ninho da Garça"
Proprietário: Prefeitura Municipal de Guaratinguetá
Inauguração: 7 de setembro de 1965, com o jogo Associação Esportiva Guaratinguetá 0 X 0 E.C. Taubaté
Primeiro gol: ???
Capacidade: 15.769
Recorde de público: ???

Estádio Municipal Décio Vitta, em Americana (SP)
Apelido: "Riobrancão".
Proprietário: Prefeitura Municipal de Americana
Inauguração: 1 de maio de 1977, com o jogo Americana E.C. 2 x 1 Tauubaté F.C.
Primeiro gol: Niltinho, do Americana
Capacidade: 16.300 pessoas
Público recorde: 19.173 pessoas, no dia 9 de março de 1993, no jogo Rio Branco 1 x 0 São Paulo F.C.

Estádio Elmo Serejo Farias, em Taguatinga (DF)
Origem do nome: O nome oficial do estádio é uma homenagem ao ex-governador Elmo Serejo Farias que governou o Distrito Federal entre os anos de 1974 e 1979.
Apelido: "Serejão" e "Boca do Jacar´". O mascote do clube é um jacaré, daí o apelido Proprietário: Governo do Distrito Federal
Inauguração: 23 de janeiro de 1978, com o jogo Taguatinga 1 X 0 Vila Nova de Goiânia
Primeiro gol: Dinarte, do Taguatinga
Capacidade: 28 mil pessoas
Público recorde: 34.228 torcedores, dia 2 de junho de 2001, no jogo Brasiliense F.C. 1 x 2 S.E. Gama

Estádio Walmir Campelo Bezerra, no Gama (DF)
Origem do nome: O nome do estádio é uma homenagem ao ex-deputado, ex-senador e ministro do Tribunal de Contas da União, Valmir Campelo Bezerra, o qual era o administrador do Gama durante a construção do estádio.
Apelido: "Bezerrão"
Proprietário: Governo do Distrito Federal
Inauguração: Inaugurado em 9 de outubro de 1977, com o jogo entre S.E. Gama 1 X 2 Botafogo F.R, do Rio de Janeiro. Depois o estádio passou por um reforma que o interditou entre janeiro de 2006 e novembro de 2008, quando foi reinaugurado em 19 de novembro , com a partida amistosa de futebol entre as seleções do Brasil 6 X 2 Portugal
Primeiro gol: Gil do Botafogo F.R. Na reinauguração, Danny, da Seleção Portuguesa
Capacidade: 20 mil lugares
Público recorde: 19.157 pessoas, no jogo Brasil X Portugal, na renauguração do estádio

Estádio Olímpico Augustinho Lima, em Sobradinho (DF)
Origem do nome: É uma homenagem ao primeiro repórter de Sobradinho a ganhar espaço na mídia, falecido em um acidente de automóvel.
Proprietário: Governo do Distrito Federal
Inauguração:  com o jogo Sobradinho E.C. 1 x 3 Santos F.C., disputado dia 30 de abril de 1978
Primeiro gol: Toinzinho, do Santos F.C.
Capacidade: 15 mil expectadores
Público recorde: 13.743 pessoas, no jogo inaugural do estádo
Curiosidade: No jogo Sobradinho E.C. 7 x 0 Comercial, disputado em 23 de julho de 1995, não havia um único torcedor no estádio

Estádio Parque Esportivo Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves (RS)
Proprietário: Clube Esportivo Bento Gonçalves
Inauguração: 29 de fevereiro de 2004, com o jogo Clube Esportivo 2 x 0 E.C. Pelotas
Primeiro gol: Ernestina, do Esportivo
Capacidade: 15.269 pessoas
Público recorde: ???
Estádio anterior: O Estádio Dr. Getúlio Dornelles Vargas , mais conhecido como "Montanha", foi o antigo estádio de futebol e rugby, onde o Esportivo mandava seus jogos antes da inauguração da "Montanha dos Vinhedos". O estádio foi inaugurado em 26 de agosto de 1945, quando aproximadamente quatro mil pessoas viram o Esportivo empatar em 0 X 0 com o Atlântico de Erechim . O Esportivo mandou seus jogos na "Montanha" até o fim de 2003. Hoje o "Estádio da Montanha" pertence à Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves, mas o "Farrapos", clube de rugby da cidade, manda seus jogos lá. A partir de 2010 , o estádio foi convertido definitivamente para receber jogos tanto de rugby como de futebol, tornando-se o primeiro estádio de rugby do Brasil .

Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Apelido: "Estádio da Cidadania"
Proprietário: Prefeitura Municipal de Volta Redonda
Inauguração: 15 de abril de 1951, com o jogo Botafogo F.R. 3 x 1 Fluminense F.C., ambos do Rio de Janeiro
Primeiro gol: Jarontom, do ???
Capacidade: 21 mil expectadores
Público recorde: 30.383 pessoas, em 1 de maio de 1977, no jogo Volta Redonda F.C. 0 X 1 C.R. Flamengo

Estádio Municipal Professor Dario Rodrigues Leite, em Guaratinguetá (SP)
Apelido: "Ninho da Garça"
Proprietário: Prefeitura Municipal de Guaratinguetá
Inauguração: Em 7 de setembro de 1965, com o jogo Associação Esportiva Guaratinguetá 0 X 0 Batatais F.C., de Batatais
Primeiro gol: ???
Capacidade: 16.095 pessoas
Público recorde: ???

Estádio Municipal Carlos Affini, em Paraguaçu Paulista (SP)
Proprietário: Prefeitura Municipal de Paraguaçu Paulista
Inauguração: Em março de 1956 com o jogo entre ABC 2 x 1 Prudentina
Primeiro gol: Aristide Rosa, o Tide, do
Capacidade: 15.102 pessoas
Público recorde: ???

Estádio Municipal Maria Tereza Breda, em Olímpia (SP)
Origem do nome: Homenagem póstuma à esposa do benfeitor Sr.Natal Breda
Apelido: "Alçapão do Galo Azul"
Proprietário: Prefeitura Municipal de Olímpia (SP)
Inauguração: 11 de setembro de 1949 com o jogo Olímpia F.C. 1 x 4 S.E. Palmeiras
Primeiro gol: Bóvio, da S.E. Palmeiras
Capacidade: 15.022 pessoas
Público recorde: No jogo inaugural
Curiosidade: O narrador esportivo do jogo inaugural foi Luiz Noriega, que trabalhou durante muito tempo na Rádio Difusora de Olímpia e depois viria a ser um dos melhores locutores esportivos do Brasil

Estádio Municipal Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca (AL)
Origem do nome: Homenagem ao prefeito de Arapiraca daquela época, o Dr. Coaracy da Mata Fonseca. Este, por sinal, foi o fundador do ASA
Apelido: "O Fumeirão"
Proprietário: Prefeitura Municipal de Arapiraca
Inauguração: 5 de agosto de 1953, com o jogo ASA 3 X 0 E.C. Cruzeiro de Alagoas
Primeiro gol: Leo Alagoano, do ASA
Capacidade: 17 mil pessoas
Público recorde: 25 mil pessoas, no dia 27 de novembro de 1977, no jogo ASA 0 X 3 S.C. Corinthians Paulista

Estádio Aníbal Torres Costa, em Tubarão (SC)
Proprietário: Hercilio Luz Futebol Clube
Inauguração: 1955
Primeiro gol: ???
Capacidade: 15 mil lugares
Público recorde: ???

Estádio Municipal Arthur Marinho, em Corumbá (MS)
Proprietário: Prefeitura Municipal de Corumbá
Inauguração: 4 de julho de 1941
Primeiro gol: ???
Capacidade: 15 mil torcedores
Público recorde: ???

Estádio Regional Índio Condá, em Chapecó (SC)
Apelido: "Condazão"
Proprietário: Prefeitura Municipal de Chapecó
Inauguração: 24 de janeiro de 1976
Primeiro gol: ???
Capacidade: 15.621 torcedores
Público recorde: 15.621 pessoas, no jogo Chapecoense 1 x 0 Criciúma, pela decisão do Campeonato Estadual de 2007 

Estádio Municipal José Maria de Campos Maia, em Mirassol (SP)
Origem do nome: Homenagem ao prefeito da época da construção do estádio
Proprietário: Prefeitura Municipal de Mirassol
Inauguração: 9 de novembro de 1925, com o jogo Mirassol 2 X 1 Jalense, de Jales (SP)
Primeiro gol: ???
Capacidade: 17 mil pessoas
Público recorde: 11 de fevereiro de 2009, com o jogo Mirassol X S.E. Palmeiras

Estádio Monumental Vermelhão da Serra, em Passo Fundo (RS)
Proprietário: Esporte Clube Passo Fundo
Inauguração: 19 de fevereiro de 1969, com o jogo 14 de Julho 2 x 0 Aimoré, de São leopoldo (RS)
Primeiro gol: Mariotti, do 14 de Julho
Capacidade: 20 mil pessoas
Público recorde: 18.350 expectadores, no jogo E.C.Passo Fundo 1 x 2 Grêmio Portoalegrense, válido pelo Campeonato Gaúcho de 2000.

Estádio Divino Garcia Rosa, em Goiatuba (GO)
Origem do nome: Divino Garcia Rosa foi prefeito de Goiatuba entre 1966 e 1969 e em sua época teve a construção do estádio.


Apelido: "Divinão"
Proprietário: Prefeitura Municipal de Goiatuba
Inauguração: 30 de janeiro de 1970, no jogo entre Goiatuba E.C. 2 X 2 JK de Morrinhos

Primeiro gol: ???
Capacidade: 15 mil lugares
Público recorde: ???

Nenhum comentário: