sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Futebol de Canoas

FUTEBOL CLUBE CANOENSE


O Futebol Clube Canoense foi um clube de futebol brasileiro da cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul. Ele foi oficialmente fundado em 21 de março de 1933. Possuía forte ligação com a Aeronáutica, contando, em sua equipe e direção, com vários militares da Base Aérea de Canoas.

Em 1942, juntamente com Esporte Clube Brasil, Sport Club Oriente, Grêmio Esportivo Niterói e Grêmio Esportivo Uruguaiana, foi um dos fundadores da Liga Canoense de Futebol. Ainda em 1942, foi campeão invicto da primeira edição do Campeonato Oficial da Cidade de Canoas.

O título valeu ao Canoense a classificação para disputar a regional do Campeonato Gaúcho de Futebol, tendo então jogado contra o Minas de São Jerônimo, empatando no tempo normal e sendo derrotado por 5 X 3 após duas prorrogações. 

Aquele time do Canoense estava constituído por: Carlos - Flores e Álvaro. Tancredo - Hélio e Basílio. Aristides – Eraldo – Acácio - Chico e Rafael.
O Canoense sagrou-se ainda campeão da cidade nos anos de 1943, 1944 e 1946, além do vice-campeonato em 1945 e 1947. Além do futebol, o clube chegou a ter quadros de outros esportes, entre eles basquete e voleibol.

A CAMPANHA GLORIOSA DURANTE O CAMPEONATO

Ressaltando o brilhante feito praticado pelo F.C. Canoense, no certame de 1942, deve-se ressaltar a figura do sargento Duarte Morais, como sendo o construtor dessa brilhante façanha. Orientando com carinho o preparo de sua equipe, o técnico alvi-azul soube impor-se perante os seus pupilos, que o obedeceram cegamente.

Atualmente é um clube social e mudou o nome para Clube Cultural Canoense. Abandonou o futebol de campo, mas possui equipes de futsal, tendo se sagrado tricampeão municipal na categoria master em 2013.

Time de Futsal do Clube Cultural Canoense, antilfgo Futebol Clube Canoense. (Foto: Acervo fotográfico do Clube Cultural Canoense)

1943, Deparamento Feminino e jogadores do Futebol Clube Canoense. (Foto: Revista "Esporte Ilustrado")

1943. Nemésio Miranda Meireles e Antônio Ninev, um dos mais velhos defesnsores do Futebol Clube Canoense. (Foto: Revista "Esporte Ilustrado)

Jogadores do F.C. Canoense, primeiro e segundo times, quando receberam as faixas de campeões de 1942. (Foto: Revista "Esporte Ilustrado)

1942. Departamento Feminino do Futebol Clube Canoense. (Foto: Revista "Esporte Ilustrado)

CANOAS SPORT CLUBE



O Canoas Sport Club (conhecido apenas por Canoas) é um clube de futebol brasileiro, sediado na cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul. Fundado em 25 de novembro de 2010.

Sua origem, porém, foi a Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), de 1998 a 2009, até que a instituição entrou em crise. O time se desvinculou da antiga administração e passou a se chamar Universidade S.C. Em 2010, nova mudança, entrando em vigor o nome atual. Suas cores são azul, vermelho e branco.

O Canoas vive o momento mais conturbado em seus 16 anos após ser duas vezes rebaixado, deixando a Primeira Divisão do Campeonato Gaúcho (2013) para a Terceira Divisão (2015).

Na Segunda Divisão estadual em 2014 o clube alugou o “Estádio Sady Schimidt”, na cidade de Campo Bom (RS) para mandar seus jogos. Na competição teve um desempenho pífio perdendo 13 das 15 partidas que disputou, entre elas uma derrota pesada no “Estádio dos Plátanos”, 8 X 1 para o Santa Cruz (RS) que bateu novo recorde negativo: maior goleada sofrida.

O tricolor canoense disputa também o Campeonato Gaúcho Júnior, Copa FGF Sub-19 e o Campeonato Gaúcho Juvenil B com seus jogadores das categorias de base.

Primeiro clube da cidade a chegar entre a elite do futebol gaúcho, o Canoas Sport Club viveu seus melhores anos como Sport Club Ulbra, sendo campeão gaúcho da Terceira Divisão em 2002, campeão da Segunda Divisão em 2003 e vice-campeão gaúcho frente ao S.C. Internacional em 2004. Também participou da Copa do Brasil e da Série C do Brasileirão, onde chegou no 5º lugar em 2002.

Teve grande destaque no Futsal, bicampeão mundial (tri contando o ano da parceria com o S.C. Internacional), quatro vezes campeão brasileiro. E também no vôlei, tricampeão brasileiro, tricampeão paulista, 11 vezes campeão gaúcho. O "Canoas Sport Club" foi o segundo clube que participou da Primeira Divisão ou Série A do Campeonato Gaúcho. (Fonte: Wikipédia)

O primeiro foi o Grêmio Esportivo Veronese, fundado em 1° de Maio de 1942, que representou Canoas no Campeonato da 1ª Divisão de Profissionais em 1960. Devido às dificuldades da Fábrica de Gaitas Veronese, as atividades do "Grêmio Esportivo Veronese" foram encerradas no ano seguinte, em 1961. 

O seu campo localizava-se na Rua Machadinho, no Bairro Rio Branco e tinha o apoio da "Fábrica de Gaitas Veronese". O clube foi fundado por "Fiorello Veronese", que era o presidente e também técnico. (Fonte: Jornalista Xico Júnior, Canoas-RS).


Atualmente o Canoas aluga o estádio Complexo Esportivo da Ulbra que é um moderno complexo de esportes sediado na cidade de Canoas. A capacidade é para 10 mil pessoas e a proprietária do Complexo é a Universidade Luterana do Brasil



Time femininino de futebol do Canoas Sport Club. (Foto: Ruimar Kunzel)

NOS TEMPOS DE ULBRA


Mascote do S.C. Ulbra. (Foto: Esporte UOL) 

Torcida "Império Jovem Ulbra". (Foto: Organizadas Brasil)

Time da ULBRA em 2007. (Foto: Fernando Martinez)


Time da ULBRA em 2007. (Foto: Estevan Mazzuia)


A equipe da ULBRA na volta a Canoas depois do título da Superliga na temporada 2000/2003, Os jogadores haviam feito um pacto: a promessa foi de pintar os cabelos de loiro, como se fosse uma espécie de crença, em troca do título da principal competição do volei nacional. (Foto: "Jornal NH)



Estância Velha é bairro bastante movimentado pelo fato de ter em seu território o Hospital Nossa Senhora das Graças. Também existe no Estância Velha um dos cemitérios mais bonitos da região metropolitana. A avenida mais importante é a Avenida Santos Ferreira. Sua população gira em torno de 23 mil habitantes.

E no número 100 da Rua Tenente Antônio João, paralela à Santos Ferreira está a sede do ACB Estância Velha. Fundado em 19 de março de 1954, por 40 casais, como Sociedade Recreativa e Beneficente Estância Velha, da então Vila Estância Velha. O clube tem no futebol um dos seus marcos, sendo uma tradicional equipe até então amadora da cidade.

Participa com destaque nas categorias de base de competições como a Liga de Futebol da Encosta da Serra (Lifesa) e a Super Liga Gaúcha de Futebol Infantil (Suligafi), sendo campeã infantil em 2012. 

Em 2013 jogou a Copa FGF Sub-19, numa primeira aparição em competição organizada diretamente pela Federação Gaúcha de Futebol. E em 2014 marcou a estreia em torneios profissionais na Segundona, na realidade a Terceira Divisão do futebol gaúcho.

O campo do Estância Velha está localizado em sua sede. Entretanto, mandou suas partidas oficiais no Centro Olímpico Municipal de Canoas. As cores do clube são o azul celeste e o branco.

Seu primeiro campo de futebol foi onde é hoje o cemitério São Vicente. Uma outra curiosidade no bairro Estância Velha não tem um cemitério e sim quatro, um perto do hospital, Santo Antonio, São Vicente e Luterano.

O clube possui um estádio chamado "Fonte Josefina", pois ali tem uma fonte da época do Império. O estádio foi inaugurado em 13 de dezembro de 1981, com o jogo Estância Velha 3 X 1 Cometa, de Portão. O clube possui duas sedes uma na avenida Santos Ferreira onde também tem um ginásio de esportes na parada 6. E uma sub-sede onde fica o estádio na parada 5..

O Estância Velha teve uma curta passagem pelo futebol profissional, de apenas um ano, tendo participado da Copa Federação Gaúcha de Futebol e Campeonato Gaúcho da Série B, em 2014.

2014. Estância Velha. na "Copa Fernandão".


2014. Equipe Sub-19 do Estância Velha. ( Foto: Vinicius Carvalho)


SPORT CLUBE BRASIL


O Sport Club Brasil, teve seu estádio em terras que pertenceram a Antônio Silva, o “Nico Carreteiro”, que chegou em Canoas no ano de 1890. Ele foi um bem sucedido comerciante com estabelecimento localizado à rua Doutor Barcelos, de acordo com seu neto Manoel Herzer da Silva, o “Maneca”, que jogou no S. C. Brasil em 1958 e aparece na foto abaixo.

Também defendeu o Esporte Clube Canoense, que teve entre seus craques como centroavante o general de Exército e ex-ministro no período da Ditadura Militar, Rubem Carlos Ludwig.

Brasil e Canoense na época dividiam as torcidas de Canoas. Pelos dois clubes passaram verdadeiros craques da bola, como o goleiro Alberto Silveira, que jogou no Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, onde foi heptacampeão gaúcho, na década de 60.

Alberto Silveira, que faleceu aos 74 anos de idade, em Porto Alegre, onde residia no bairro Ipanema, foi titular nas conquistas do tricolor Gaúcho em 1963, 1965, 1966, 1967 e 1968. Alberto formou uma defesa que tinha ainda Altemir, Aírton "Pavilhão", Áureo, Ercílio e Ortunho.

Jogou, também, ao lado de lendas gremistas como Everaldo (o único gaúcho campeão do Mundo no tri-campeonato de 1970) e Alcindo Martha de Freitas, também ex-jogador da Seleção Brasileira no mundial de 1966 ao lado de Pelé.

Alberto Silveira chegou a ser convocado para a Seleção Brasileira, atuando também na companhia do “rei" Pelé e outros craques. Seu nome era cotado como provável convocado para a Copa do Mundo de 1970, mas um impasse na renovação de contrato com o Grêmio, em 1969, acabou emperrando a brilhante e exitosa carreira do goleiro.

Grêmio e Alberto não chegaram a um acordo e assim o atleta foi colocado na "geladeira", ficando mais de um ano sem poder jogar. Antes, em 1968, foi considerado o melhor goleiro do “Torneio Roberto Gomes Pedrosa", o embrião do hoje Campeonato Brasileiro ou Brasileirão.

Sport Club Brasil, campeão canoense de 1958. Em pé: Guilomar Ferreira (treinador) -nRoberto Lindemayer - Alberto Silveira - Quarentinha - Juarez Holleben - Manoel Herzer da Silva, o "Maneca" - Jesus Timocheco e Normeri Flores, o "Noretói". Agachados: Darci - Quatorze - Darcisinho - Tarrã e Biguá. (Foto: Acervo fotográfico de Francisco Antonio Pagot, o popular "Xico Júnior")

Grupo de jogadores e amigos comemorando o título de Campeão de Canoas conquistado pelo Sport Club Brasil em 1954. (Foto: Acervo fotográfico de Francisco Antonio Pagot, o popular "Xico Júnior")

Colocação das faixas no Sport Club Brasil Campeão de Canoas 1954, em jogo realizado contra o Grêmio Esportivo Niterói. (Foto: Acervo fotográfico de Francisco Antonio Pagot, o popular "Xico Júnior")

Sport Club Brasil, em 1954. Em pé: Alfeu Medeiros de Souza (Toquinho) – Ferrugem – Quidinho – Juarez – Antoninho - Norinho e Quarenta. Agachados: Beraco – Mascrinha – Darcizinho - Nery Trindade e Dinho. (Foto: Acervo fotográfico de Francisco Antonio Pagot, o popular "Xico Júnior")

Time infantil do Sport Club Brasil, em 1949 - Em pé: Galhardi - Zeca - Vilson - Antoninho - Sérgio e Auto. Agachados: Carlson - Marcão - Ivo - Henrique e Alexi. (Foto: Acervo fotográfico de Francisco Antonio Pagot, o popular "Xico Júnior")

Time Juvenil do Sport Club Brasil, em 1951. Em pé: Claudionor (técnico) - Jurandir - Belmiro - Antoninho - ??? - Ivo Hoffmann e Jesus. Agachados: Jairo - Ciriba - Caneca - Plínio e Tonho. 1956 - Ataque da equipe juvenil do G. E. Veronese, de Canoas: Sílvio, Roberto, João Hermes, José Ângelo e Cláudio.




Fundado 4 de abril de 1957, o Canoas Futebol Clube participava apenas de campeonatos amadores e regionais durante os primeiros 26 anos. Em 1984 participou pela 1ª vez da Segundona Gaúcha, fazendo uma campanha razoável no seu grupo, terminando em 5º em um grupo de sete participantes e que quatro classificavam. 

Ficou com a mesma pontuação do Avenida, mas perdia no número de vitórias. No dia de sua estréia na competição (5 de maio de 1984), conseguiu a proeza de golear o Avenida fora de casa por 4 X 2. Licenciou-se da Federação Gaúcha de Futebol no ano seguinte.

De 1984 a 1997 o clube permaneceu inativo, até que em 1998, com algumas parcerias, voltou a praticar o futebol profissional, e nesse ano fez uma boa campanha na Segundona, terminando em segundo lugar no seu grupo. 

Na segunda fase deixou escapar a classificação para o octogonal final no último jogo, contra o Bagé, ficando a um ponto de se classificar. A maior goleada do Canoas na competição foi em 30 de agosto de 1998, quando ganhou de 4 X 0 do Pinheiros, de Taquari.

No ano seguinte, o clube teve que participar da Terceira Divisão, e nesse campeonato fez sua melhor campanha em competições estaduais oficiais, terminando na vice-colocação geral.

Na primeira fase o clube terminou em primeiro lugar do seu grupo vencendo cinco jogos, empatando um e perdendo dois. Na segunda fase também ficou em primeiro lugar no seu grupo, vencendo três jogos, empatando um e perdendo dois. 

Chegou a golear o Ipiranga por 4 X 0 em casa. E no octogonal final, terminou em segundo lugar e por um ponto não foi o campeão da competição que teve o Guarany de Bagé, como campeão, vencendo oito jogos, empatando cinco e perdendo um.

Já em 2000, de volta à Série B, o clube fez uma fraca campanha e terminou em último lugar no seu grupo, onde havia oito participantes. Teve que participar da “Repescagem” para não cair de divisão e escapou de cair até com uma certa tranquilidade, já que o Rio Grande ficou com apenas um ponto contra os 10 do Canoas. Em 2001 permaneceu na Segundona, fez mais uma vez fraca campanha e terminou em sétimo dos oito clubes que participavam do grupo.

Chegou a levar uma goleada em casa para o time do Lajeadense por 5 X 0.
Na Segundona de 2002 havia uma novidade para os canoenses. Outro clube da cidade iria participar da competição, era a recém formada Ulbra que tinha montado naquele ano seu primeiro time de futebol de campo. E o Canoas mais uma vez fez uma fraca campanha e terminou em último do seu grupo.

A equipe iria jogar a “Repescagem” para não cair, e curiosamente o primeiro jogo era o primeiro clássico entre clubes profissionais da cidade, que seria realizado no domingo entre Ulbra e Canoas, mas mesmo assim foi cancelado. O presidente do Canoas Futebol Clube, Nelson Wtodarski anunciou a saída do time da “Repescagem” da Série B do “Gauchão”. (Fonte: Wikipédia)


O Canoas F.C. mandava seus jogos no Estádio Francisco Noveletto Neto

GRÊMIO ESPORTIVO VERONESE


O Grêmio Esportivo Veronese foi fundado em 1 de maio de 1942, pelo diretor da Fábrica de Gaitas Veronese, Fiorello Veronese, que era também presidente e técnico do time. O clube usava uniforme nas cores azul, preto e branco ou, em outras oportunidades com camisetas, calções e meias brancas, conforme relata José Luiz Tavares Maciel.

A sede ficava na rua Machadinho, na Vila Rio Branco (hoje Bairro Rio Branco) e o time era apelidado de "Time das Gaitas", pelo fato de ser financiado pela Fábrica de Gaitas Veronese, cuja sede também ficava no mesmo bairro.

TÍTULOS CONQUISTADOS

Campeão Canoense de 1952, 1953; Tri-Campeão Profissional de Canoas nos anos de 1956, 1957, 1958; Campeão do Torneio Início de Canoas nos anos de 1952 e 1953; Campeão Estadual Amador da 5ª Região em 1952; Campeão Estadual Amador da Região Nordeste em 1952; Vice-Campeão Estadual de Amadores em 1952; Vice-Campeão Estadual da Região Nordeste em 1953; Campeão do Torneio da Semana da Pátria de 1956; Campeão Metropolitano da Série "B" em 1959;  Campeão do Torneio de Encerramento da Série "B" também em 1959 e Campeão Metropolitano Invicto da Série "B" Juvenil em 1959.

IMPORTANTE: Disputou a final do Estdaual de Amadores contra o Grêmio Santoangelense em 1952; Disputou o campeonato Metropolitano da Série "A" em 1960, ficando em último lugar, tornando-se, assim, o primeiro clube de Canoas a disputar o campeonato da 1ª Divisão de Profissionais do Rio Grande do Sul.

CAMPANHA: Jogos: 14 - Vitórias: 0; Empates: 4; Derrotas:10; Gols Pró:13; Gols Contra: 31; Saldo de Gols: 18; Pontos Ganhos: 4.

As equipes de Aspirantes ficou em 7º lugar e a de Juvenil classificou-se em 5º. O Grêmio Esportivo Veronese encerrou suas atividades no ano de 1961, deixando uma importante lacuna no futebol de Canoas.


1956 - Ataque da equipe juvenil do G. E. Veronese, de Canoas: Sílvio, Roberto, João Hermes, José Ângelo e Cláudio. (Foto: Acervo fotográfico de Francisco Antonio Pagot, o popular "Xico Júnior")

Este é o quadro do G.E. Veronese, cuja performance nos últimos certames em que tomou parte foi deveras notável. Bi-campeão do município de Canoas, no ano de 1952 classificou-se vice-capeão estadual de amadores e, em 1953 também obteve honrosa colocação no referido certame.

Na foto: Em pé: Vitor - Rossy - Jacyr - Pedróla - Cláudio e Canário. Agachados: Flávio - Valdir - Batata - Medina e Gaiteiro. (Foto: Cacellain)

Um comentário:

ClicGrêmio disse...

Também existiu o Sport Club Canoense, fundado em 1910, mas não existe muitas informações sobre ele.