quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Lembranças do G.E. Renner


FOTOS E TEXTOS: BOLETIM RENNER, COLEÇÃO DE 1954.

Time campeão gaúcho de 1954. Em pé: Waldir - Orlando - Bonzo - Léo - Olavo - Paulistinha e Luis Carlos. Agachados: Sabiá - Breno - Ivo Costa - Ênio Andrade - Pedrinho e Juarez. Nao estão na foto Joeci e Ivo Andrade.

Em 1954, o time titular com a candidata do clube a raínha do rádio de Porto Alegre, senhorita Guiomar Bonatto da Silva (Guacira).

Posse da nova Diretoria para o ano de 1954. Foi na noite de 18 de janeiro, no refeitório da Fábrica Renner. O desportista Mário Azevedo entrou para o sexto ano na presidência da agremiação.

O presidente Mário S. de Azevedo.

A EXCURSÃO EM NÚMEROS

Em Belém do Pará

Paisandu 1 X 0 Renner
Renner 5 X 0 Tuna Luso
Renner 4 X 1 Remo
Renner 1 X 1 Paisandu

Em São Luiz do Maranhão

Renner 7 X 1 Sampaio Correia

Em Fortaleza, Ceará

Renner 2 X 1 Ferroviário
Renner 3 x 1 Fortal Sporting
Renner 2 X 0 Ceará Sporting
Renner 0 X 0 Cadetes do Ar

Em Recife, Pernambuco

Renner 2 X 1 Seleção A de Pernambuco
Santa Cruz 2 X 1 Renner
Seleção B de Pernambuco 3 X 1 Renner

Em Maceió, Alagoas

Seleção Alagoana 3 X 2 Renner
Renner 1 X 1 Centro Sportivo Alagoano

Balanço dos Jogos

Partidas disputadas: 14
Vitórias: 7
Derrotas: 4
Empates: 3
Total de gols: 30
Gols contra: 16
Saldo de gols: 14

Goleadores

Juarez; 10
Ênio Andrade e Breno: 5
Ivo Andrade: 2
Vado, Sabiá e Orceli: 1

Membros da embaixada e familiares, no gramado do velho "Waterloo".

Doutor Luis Moreti, saudou os recém chegados.

Desfile encerrou no velho Estádio Tiradentes.

Aspécto parcial do público presente ao Aeroporto Salgado Filho, quando do desembarque da delegação rennista. Os atletas estão cercados por admiradores e familiares.

Em novembro e dezembro de 1953, o G.E. Renner, de Porto Alegre, excursionou por gramados do Nordeste. Na foto acima,  um flagrante da chegada da delegação a Porto Alegre, em 31 de dezembro de 1954. Da esquerda para a direita:

Mário Silveira de Azevedo, presidente do clube e chefe da delegação; Egon Renner, diretor da empresa A.J. Renner S.A., que foi dar as boas vindas aos membros da delegação; Maria de Azevedo, esposa do presidente rennista, com seu casal de filhinhos; Leopoldo Lempek, secretário e tesoureiro da embaixada; Zacarias de Azevedo, deputado estadual, que compareceu em nome da população do 4º Distrito e o atleta Ênio Andrade, com sua esposa e filho.

Chegada da delegação ao Aeroporto Salgado Filho.

Paulistinha, outro destaque do time.

O jogador Sabiá foi um dos destaques na excursão ao Nordeste.

Equipe do G.E. Renner que ganhou da Seleção de Pernambuco, por 2 X 1.

Seleção de Pernambuco que perdeu para o Renner, por 2 x 1.

O técnico professor Selviro Rodrigues, com Sabiá e Vado num treino..

Veteranos do G.E. Renner. Em pé: Divino Ungarato – Sérgio M. Santos – Joao O. Pereira – Mário Amaral – Osvaldo Barros – Ataliba Fraga – Carlos Cardoso – Amantino Flores – David Brum – Álvaro Lima – Leôncio Garcia e EmilioAloisio. Agachados: Júlio Dias da Silveira – Arlindo Ribeiro – Arizolin Medina – Sady Silva – Henir Silveira (Nirinho) – José J. G. Silva – Paulo Reginato – José Miguel e Edgar Batista. Claro que faltam outros antigos atletas e fundadores do clube.

Diretoria do Departamento de Veteranos do G.E. Renner, com o presidente Izolino Batista da Silva, atletas e fundadores.

Esta flâmula é uma verdadeira relíquia. Eu a achei dentro da uma publicação sobre o G.E. Renner, que ganhei de presente de um amigo.

1944 - Em pé: Oswaldinho - Marreco - Fritz - Arlindo - André - Edgar - Muller - Amantino - Darcy e Rui. Agachados: Caburé - Nirinho - Guido - Plínio - Cafunfa e Ratão. Na foto, titulares e reservas. O Renner, ao bater o Nacional por 4 X 2, garantiu acesso a Divisão de Honra do futebol gaúcho.

Lance do jogo decisivo contra o Nacional, em 1944.

Lance do jogo contra o Nacional, que decidiu o acesso em 1944. Na foto, Amantino, Arlindo e Guido saltando e Nicinho, encoberto por Guido e André.

UM PRESENTE EXTRA

O leitor Lio Bocorny, de Carazinho, enviou para a coluna "Almanaque Gaúcho", de Ricardo Chaves, publicada no jornal "Zero Hora", de Porto Alegre essa página do álbum de figurinhas "Ídolos do Futebol Brasileiro", publicado em 1955. Nela estão as fotos do time que foi campeão gaúcho de 1954: Valdir, Orlando, Paulistinha, Bonzo, Ivo Andrade, Olávio, Pedrinho, Breno, Juarez, Enio Andrade (era o craque, e, posteriormente, foi técnico consagrado), Joecy e o técnico Selviro Rodrigues.

A partir da conquista desse título o Renner manteve, por 44 anos, o privilégio de ser a única equipe a romper a hegemonia de Grêmio e Inter na liderança do futebol gaúcho. Bocorny afirma que quando veio, em 1953, para o Ginásio Interno, em Porto Alegre, seu “time do coração” era o Grêmio Esportivo Renner, fundado por funcionários da firma em 27/07/1931.

Em novembro de 1935, o clube inaugurou o "Estádio Tiradentes", na Avenida Sertório, entre a Farrapos e a Presidente Roosevelt. Em 1954, a equipe sagrou-se campeã do Torneio Citadino (deixando Grêmio e Inter para trás), com três rodadas de antecedência, e garantiu o direito de, num triangular com equipes do Interior (Brasil de Pelotas e Ferro Carril, de Uruguaiana), disputar o título estadual. No dia 3 de abril de 1955 venceu o Brasil e vestiu as faixas de campeão de 1954.  Em 1959 o clube foi extinto. (Fonte: "Almanaque Gaúcho", de Ricardo Chaves)

Ênio Andrade em destaque na comemoração do título de 1954. (Foto: revista "O Cruzeiro", número 20, de 26 de fevereiro de 1955)

G. E. Renner, Campeão Gaúcho de 1954. (Foto: blog Botões Para Sempre)



Valdir Joaquim de Moraes, Bonzo, Léo e Ênio Andrade, no Renner em 1956. (Foto: futebolgaucho.tumblr.com)


G.E. Renner, foto sem identificação. (Fonte: Enviada por Douglas Marcelo Rambor)

Nenhum comentário: