terça-feira, 15 de outubro de 2013

O futebol goiano

2009. Atlético Clube Goianiense. (Foto:Acervo fotográfico do clube)

2008. Itumbiara F.C., de Itumbiara, campeão goiano da Série A. (Foto: Acervo fotográfico do clube)

(Foto:Acervo fotográfico do clube)


2005. A.A. Anapolina. (Foto: www.torcidarubra.blogspot.com)

2003.A.A.Anapolina. (Foto: www.torcidarubra.blogspot.com)

2001. Vila Nova F.C.. (Foto: Acervo fotográfico do clube)

2001. Vila Nova F.C. (Foto: Toque TCO Telegoiás)

2001.(Foto: Vila Nova Online)

2000. Goiás E.C., pentacampeão goiano. (Foto:Acervo fotográfico do clube)

1999. Jogadores do Goiás E.C. comemoram a volta a Divisão A do futebol brasileiro. (Foto: Acervo fotográfico do clube)

1998. Vila Nova F.C. (Foto: Acervo fotográfico do clube)

1996. CRAC, de Catalão. Em pé: Vacil - André - Jubal - Ronaldo Pato - Peniche - Elton e Beti. Agachados: Adilsinho - Loca - Sabino - Benevan e Tuti. (Foto: Blog do Cleuber Carlos)

1994. Vila Nova F.C. (Foto:Acervo fotográfico do clube)

1992. Comercial F.C., de Catalão. (Foto: Blog "Nosso Catalão")

1990. Itumbiara F.C., de Itumbiara. (Foto:Acervo fotográfico do clube)

1990. Atlético Clube Goianiense. (Foto:Acervo fotográfico do clube)

1989. Goiás E.C. (Foto: acervo fotográfico do clube)

1988. Vila Nova F.C. (Foto: Acervo fotográfico do clube)

1988. Atlético Clube Goianiense. (Foto: Acervo fotográfico do clube)



1984. Itumbiara F.C., de Itumbiara. (Foto:Acervo fotográfico do clube)

1983. O time do Goiás E.C. com Dadá e o lendário Bill como seu companheiro de ataque. (Foto: Acervo fotográfico do clube)

1983. Goiás E.C. (Foto: Revista "Placar)

1982. A.A.Anapolina, de Anápolis. (Foto: www.torcidarubra.blogspot.com)

1981. Vila Nova F.C. (Foto: Acervo fotográfico do clube)

1981. A.A. Anapolina, de Anápolis. (Foto: www.torcidarubra.blogspot.com)

1981. Vice-campeã da "Taça de Prata". (Foto: www.torcidarubra.blogspot.com)

1981. Itumbiara F.C., de Itumbiara. (Foto: Acervo fotográfico do clube)


1981. A.A. Anapolina, de Anápolis. (Foto:Acervo fotográfico do clube)

1981. A.A.Anapolina, de Anápolis. Entrega das faixas de vice-campeã da "Taça de Prata". (Foto:Acervo fotográfico do clube)

Década de 1980. CRAC, de Catalão. (Foto: Blog "Nosso Catalão")

Década de 1980. E.C. Rio Verde, de Rio Verde. (Foto:Acervo fotográfico do clube)

1980. Anápolis F.C., de Anápolis. (Foto:Acervo fotográfico do clube)

1977. E.C. Rio Verde, de Rio verde. (Foto: Acervo fotográfico do clube)

1977. E.C. Rio Verde, de Rio Verde. (Foto: Acervo fotográfico do clube)

1976. Atlético Clube Goianiense. (Foto:Acervo fotográfico do clube)

1975. Vila Nova F.C. (Foto: Acervo fotográfico do clube)

1973. Vila Nova F.C. (Foto:Acervo fotográfico do clube)

1973. Vila Nova F.C. (Foto:Acervo fotográfico do clube)

Década de 1970. Lincoln, Paguethe e Tuíra, quando jogavam no Goiás E.C. (Foto: Acervo fotográfico do clube)

1968. Goiânia E.C. (Foto: Acervo fotográfico do clube)

1968. (Foto: Acervo fotográfico do clube)

1967. CRAC campeão goiano da Série A. (Foto: Blog "Nosso Catalão")

!967. (Foto: Blog "Nosso Catalão)

1966. Goiás E.C., campeão goiano. (Foto: Jornal "O Popular", de Goiânia)

1965. A.A. Anapolina, de Anápolis, campeã de Goiás. (Foto:Acervo fotográfico do clube)

1964. Atlético Clube Goianiense. (Foto: Acervo fotográfico do clube)

1959. Jogo contra o São Paulo F.C., contra a Seleção de Catalão, comemorativo ao Centenário do município. (Foto: Blog "Nosso Catalão")

1959. Combinado de Catalão que enfrentou o São Paulo F.C., na festa do Centenário do município. (Foto: Blog "Nosso Catalão")

1959. Desfile do Catalão F.C., nas comemorações do Centenário do município. (Foto: Blog "Nosso Catalão")

Década de 1950. Na foto o São Paulo F.C.

Fundado pelos irmãos Colicchio, de Campinas, e outros, o São Paulo deixou uma passagem. Em 1956 permitiu que o jogador “Tão Segurado”, do Goiás, e no ano seguinte a Dimas, do Goianás, marcarem 7 gols em um só jogo.

Time simpático mas que durou somente três anos. Uniforme vistoso, igual ao do seu homônimo São Paulo Futebol Clube de São Paulo-SP. Na mesma época da fundação do São Paulo FC, fundou-se o São Luiz E.C., da Vila Operária., para formar o Santos F.C., que não conseguiu sobreviver. (Fonte: extraído do livro “30 anos de futebol em Goiânia”, de autoria de Lisita Junior, publicado em janeiro de 1975 pela Editora Dom Bosco)

O extinto São Luiz E.C., da Vila Operária. extraído do livro “30 anos de futebol em Goiânia”, de autoria de Lisita Junior, publicado em janeiro de 1975 pela Editora Dom Bosco)

Observação: Campinas é um extinto município brasileiro pertencente ao estado de Goiás. Com a construção de Goiânia, a nova capital de Goiás, Campinas perdeu a condição de município e se agregou ao município de Goiânia, onde hoje é um setor ou bairro da capital goiana.

União Comércio e Indústria de Goiânia. (Fonte: "extraído do livro “30 anos de futebol em Goiânia”, de autoria de Lisita Junior, publicado em janeiro de 1975 pela Editora Dom Bosco)

1952. Goiás E.C. (Foto: Acervo fotográfico do clube)

Nesta foto de 1952 temos aí o time do Goiás composto por figuras conhecidas como Desembargador Homero Sabino, na época conhecido como Didiu. Turco, que mais tarde viemos a conhecer como Joviro Rocha além de Mané Padaria, lendário jogador esmeraldino da década de 50.

Mas o destaque é para o goleiro no círculo. Nada menos que capitão, que mais tarde se tornou jogador e dirigente do vila e hoje dá seu nome ao estádio vilanovense, Onésio Brasileiro Alvarenga.

O primeiro agachado é o saudoso Zé Bequinho (Zé Luís), para quem não sabe é pai de Esmeraldino "Nego Capoeira" (Fonte: Cleidnei Gontijo)

Década de 1950. Categoria de base do Atlético Clube Goianiense. (Foto: Acervo fotográfico do clube)

Fundado e mantido pela Estrada de Ferro Goiás, o clube teve uma longa duração. Disputou vários campeonatos, sempre se situando entre os intermediários. (Fonte: extraído do livro “30 anos de futebol em Goiânia”, de autoria de Lisita Junior, publicado em janeiro de 1975 pela Editora Dom Bosco)

Um grupo de dirigentes de Campinas, dentre os quais Elon Soares, pretendendo montar um bom time fundou em Campinas o Santa Rita. Uniforme igual o da CBF chegou a vice-campeão em 1962. (Fonte: extraído do livro “30 anos de futebol em Goiânia”, de autoria de Lisita Junior, publicado em janeiro de 1975 pela Editora Dom Bosco)

Fundado por dissidentes da diretoria do Vila Nova, por volta de 1948 surgiu o Botafogo, do  bairro do mesmo nome, hoje Setor Universitário. Foi depositário das maiores goleadas do futebol metropolitano. 

Na década de 1950 passou a chamar-se Sírio Libanês, no pressuposto de que, contando com o apoio da colônia pudesse sobreviver. Mas não conseguiu. (Fonte: extraído do livro “30 Anos de futebol em Goiânia”, de autoria de Lisita Junior, publicado em janeiro de 1975 pela Editora Dom Bosco)

Décadas de 1940 e 1950. (Fotos:Acervo fotográfico do clube)

1937. (Foto: Blog "Nosso Catalão")


1923. Catalão F.C., de Catalão. (Foto: Acervo fotográfico do clube)

1913. Catalão F.C., de Catalão. (Foto:Acervo fotográfico do clube) 

Um comentário:

Unknown disse...

Apesar de torcedor da Xata tenho que informar que em 1965 o campeão goiano foi o Anápolis Futebol Clube conhecido como Galo da Comarca maior rival da Associação Atlética Anapolina.