quarta-feira, 28 de março de 2012

O Campeonato Sul-Americano de 1919

A disputa do III Campeonato Sul-Americano deveria acontecer em 1918, no Rio de Janeiro. Mas a epidemia de gripe espanhola, que matou milhares de pessoas, adiou para o ano seguinte a sua realização.

A realização do III Campeonato Sul-Americano de Futebol, na cidade do Rio de Janeiro, em 1919 foi então coroada de êxito. A convocação dos jogadores, horários de treinos marcados com antecedência, tudo foi feito de maneira organizada para os padrões da época.

A comissão técnica escolhida pela então CBD (Confederação Brasileira de Desportos) era formada pelos jogadores Amílcar Barbuy e Arnaldo Silveira (capitão), além de Mário Pollo, Affonso de Castro e Ferreira Vianna Netto.

Em sua estréia, o Brasil venceu o Chile pelo placar de 6 X 0. O Estádio das Laranjeiras, que segundo os cálculos dos seus engenheiros só atingiria a lotação de 25 mil espectadores dentro de algumas décadas, ficou pequeno.

Além da lotação esgotada, quase 10 mil espectadores assistiram à partida em cima de uma pedreira ou em árvores e muros, ou seja, de qualquer lugar em que pudessem observar os movimentos dos jogadores.

Na segunda partida, os adversários foram os argentinos. A Seleção Brasileira deu um verdadeiro show de bola e venceu por 3 X 1.

Veio a partida contra os uruguaios, que jogavam de luto pelo falecimento do seu goleiro Roberto Cherry, durante operação causada por um choque com um atacante chileno durante a competição. A partida terminou empatada em 2 X 2. O destaque da partida foi o atacante Neco, que levou a Seleção ao empate após estar perdendo por 2 X 0.

Foi necessária a realização de uma partida de desempate entre os uruguaios e os brasileiros. O jogo aconteceu no dia 29 de maio e se tornou um marco na história do nosso futebol.

O governo decretou ponto facultativo nas repartições públicas, os bancos e as principais casas comerciais ficaram fechados. Para se ter uma idéia, o jogo estava marcado para as 14 horas, mas às 9 horas já tinha gente chegando ao Estádio das Laranjeiras. A partida terminou empatada em 0 X 0, no seu tempo normal.

Veio a disputa da prorrogação. A partida continuava equilibrada, com lances de perigo acontecendo a todo instante. Fim da prorrogação e o placar não se alterou.

Por mais incrível que possa parecer, houve necessidade da segunda prorrogação de 30 minutos. Os jogadores, extenuados pelo desgaste físico e emocional, se arrastavam em campo.

Aos 3 minutos, Neco invade pelo lado direito perseguido por Foglino, já quase na linha de fundo cruza para Heitor, que chuta para o gol. Saporiti defende parcialmente, a bola cai nos pés de Friedenreich, que fuzila a meia altura e a bola morre no fundo das redes.

No segundo tempo, as equipes se arrastaram sem nada produzir. O Brasil era campeão sul-americano, e Friedenreich foi transformado em herói nacional. Ganhou o apelido de “El Tigre” por parte dos uruguaios. (Fonte: CBF News)

Premiação no Campeonato Sul-Americano de 1919.
Seleção brasileira que venceu o Campeonato Sul-Americano de 1919: Píndaro - Sérgio - Pereira - Fortes - Amílcar - Bianco - Marcos - Milton - Heitor - Arthur Friedenreich - Neco e Arnaldo.
Seleção uruguaia, que disputou o título do Campeonato Sul-Americano de 1919, frente o Brasil.
Vista geral do Estádio do Fluminense, durante a partida entre Uruguai e Brasil pelo Campeonato Sul-Americano de 1919.
Na final do Sul-Americano de 1919, 1 X 0 sobre o Uruguai.
Início do ataque brasileiro que resultou no gol de Arthur Friedenreich, garantindo a vitória sobre o Uruguai.
Defesa do goleiro uruguaio que foi muito solicitado durante todo o jogo.
Cena do jogo entre Brasil e Uruguai pelo Campeonato Sul-Americano disputado no Estádio das Laranjeiras em 1919.
Saída do Brasil, na partida decisiva do III Campeonato Sul-Americano de 1919.
Empate de 2 X 2 com o Uruguai.
Seleção argentina no Campeonato Sul-Americano de 1919: Mattozzi - Martinez - Castagnola - Isola - Reys - Usleghi - Colonino - Izaguirre - Clark - Bicheto e Perinetti.

Lances do jogo Brasil 3 x 1 Argentina.
Primeiro gol brasileiro na partida com a Argentina, pelo Campeonato Sul-Americano de 1919. Heitor marcou aos 3minutos e 54 segundos.
Lances do jogo Brasil 6 X 0 Chile, no Sul-Americano de 1919.
Sequência de fotos do Estádio do Fluminense, no Camponato Sul-Americano de 1919.

Um comentário:

Paulo Cesar Lopes disse...

Todos os jogos da seleção brasileira
Aqui: https://jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com/