domingo, 1 de janeiro de 2012

Futebol de Brasilia

2011. Sobradinho E.C. (Foto: Acervo do Sobradinho E.C.)
2011. Equipe de Veteranos do Coenge F.C. (Foto: Memorial Gamense)
2010. Ceilândia E.C.. (Foto: Acervo do Ceilândia E.C.)
2009. Brasiliense F.C. (Foto: Almanaque do Futebol Brasiliense)
2002. Time de veteranos do Coenge, campeão do "Gamadão". (Foto: Memória Gamense)
A S.E. do Gama foi retratada nos álbuns da Editora Panini, na Série "A" de 1999 a 2002, e na Série "B" de 2005 a 2008. (Foto: Memória Gamense)
1996. C.R. Guará, campeão brasiliense. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
1994. S.E. do Gama, campeã brasiliense. (Foto: Memorial Gamense)
1993. Roma, time amador da Ceilândia. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
1992. O estádio “Serra do Lago”, cujo nome oficial é “Zequinha Roriz” foi inaugurado no dia 13 de dezembro de 1992, com o jogo entre Luziânia 1 X 0 Botafogo, do Rio de Janeiro. Na inauguração bateu um recorde, Cr$ 135 milhões de renda, e um público de 6.755 torcedores. Dirigiu o jogo o senhor Dario Souza Campos, auxiliado por Antônio Vidal e Filomeno Dourado. O gol solitário do jogo, e o primeiro do estádio, foi marcado por Rogerinho, aos 36 minutos do primeiro tempo.
O Luziânia venceu com William Stain - Marcelo Roriz – Gilmar - Eduardo Gaúcho e Marquinhos - Luciano - Carlos Alberto e Zé Carlos - Zé Vieira (Ed Carlos) - Marcelo Cruz e Rogerinho (João Cortes). O Botafogo perdeu com Zé Carlos – Marcão – André - Rogério Pinheiro e André Duarte – Pingo - Djair e Macalé – Vivinho - Bob (Marcelo Carioca) e Nelson. (Foto: Almanaque do Futebol Brasiliense)
1992. Taguatinga E.C., bi-campeão de Brasilia. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
1991. Taguatinga E.C., campeão de Brasilia. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
Asteka, time amador de Sobradinho. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
Time amador da Associação de Garantia ao Atleta Profissional-AGAP. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
1991. Seleção da Liga das Associações Desportivas de Sobradinho-Lades. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
S.E. do Gama, campeã brasiliense de 1990. (Foto: Memória Gamense)
Sobradinho E.C. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
1987. Brasilia E.C., campeão do Distrito Federal. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
1986 - Botafogo F.C., de Sobradinho, campeão amador. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
1986. Sobradinho E.C., bi-campeão do DF. (Foto: Acervo do Sobradinho E.C.)
1984. Brasilia E.C., tri-campeão do Distrito Federal. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
1982. Brasilia E.C., campeão do Distrito Federal. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
1981. Brasilia E.C., time que derrotou o Grêmio Portoalegrense. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
Zezão, Ser Peres e Vino, no Sobradinho E.C. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
Zezão e Sir Peres, com a camisa do Sobradinho E.C. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
Klebão no Sobradinho E.C. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
Klebão no Unidos de Sobradinho. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
1980. Associação dos Servidores do Senado Federal-Assef (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
1979. S.E. do Gama, campeã de Brasilia (Foto: Memorial Gamense)
1978. Lance do jogo de inauguração do Estádio Augustinho Lima, entre o Sobradinho E.C. e Santos F.C.. (Foto: Almanaque do Futebol Brasiliense)
1978. O estádio Elmo Serejo Farias foi oficialmente inaugurado no dia 23 de abril de 1978, e batizado com o nome do governador que o ergueu e esteve à frente da administração distrital entre 1974 e 1979.
O antigo Serejão, como era conhecido, era gerido pela Administração de Taguatinga e sediava partidas e treinos dos extintos Taguatinga e Atlântida até o dia 9 de outubro de 1999, ano em que foi parcialmente reformado e, mais tarde, viria a ser fechado. O último jogo antes de fechar suas portas foi Atlântida 0 x 4 Bandeirante, válido pela segunda divisão do Campeonato Candango daquele ano.
Com a extinção dos dois times da cidade, as atividades no Serejão ficaram paralisadas até abril de 2001, quando a diretoria do Brasiliense arrendou o estádio junto à administração com o intuito de realizar as partidas do Brasiliense no gigante adormecido.
A reforma inicial do estádio, financiada pelo Brasiliense Futebol Clube, durou 70 dias e solucionou problemas antigos da arena, como o reparo de alambrados e refletores, completa remodelação dos vestiários, cuidados básicos com o gramado e todas as medidas necessárias para deixar o Serejão em condições de jogo. Por acaso, o primeiro jogo do Brasiliense no estádio aconteceria exatamente dois dias depois do estádio completar 23 anos de existência.
O atual Estádio "Bezerrão". (Foto: Wikipedia)
1977. O antigo "Bezerrão" foi a primeira casa da S.E. do Gama. (Foto: Memorial Gamense)
Em 1977, as obras do Bezerrão terminaram. A primeira partida foi em 9 de outubro do mesmo ano, quando o Botafogo, do Rio de Janeiro, venceu o Gama por 2 X 1. O primeiro gol foi marcado por Gil, do Botafogo. O estádio passou por ampla reforma e foi reinaugurado em 13 de novembro de 2008.
No dia 19 de novembro de 2008, houve um jogo entre as seleções de Brasil e Portugal, jogo este que estabeleceu o recorde de público do estádio. O time brasileiro venceu por 6 X 2, três gols de Luís Fabiano, um de Elano, Maicon e Adriano. O português Danny, porém, foi o autor do primeiro gol.
Campineira F.C. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
Campineira F.C. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
Campineira F.C. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
1977. Campineira F.C., vice-campeão da Copa Arizona. (Foto: Almanaque do Futebol Brasiliense)
1976. CEUB.Em pé: Rogério (goleiro - ex-Grêmio e ex-América-RJ - já falecido) - Rogério II - Paulo Lumumba - Oldair (campeão brasileiro em 1971 pelo Atlético-MG) - Jadir - Emerson - Nonoca - Edvaldo - Rildo (ex-Botafogo e Santos) e Valdir Appel. Agachados: Marreta (Massagista) - Péricles - Claudio Garcia (ex-Fluminense e depois treinador de futebol) - Dario - Xisté - Marco Antonio - Tuca (ex-Botafogo e irmão do grandalhão Ferreti) - Juraci e Valmir. (Foto: Revista Manchete)
Criado em 1968 por universitários do Centro de Ensino Unificado de Brasília, o CEUB foi a primeira equipe Brasiliense a disputar a divisão principal do campeonato nacional, em 1973.
Entretanto, a vida da equipe foi curta. A primeira edição do Campeonato Brasiliense, em 1976, marcou também o fim do CEUB. O time ganhou os dois primeiros turnos. Liderava o terceiro e último quando a federação local virou a mesa, determinando que fosse disputado um quadrangular para apontar o campeão e representante do Distrito Federal no Brasileirão. A diretoria do CEUB não aceitou.
1973. CEUB, quando venceu o Botafogo, do Rio de Janeiro, por 2 X 1. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
1969. Garrincha posa ao lado de Xixico ,da Seleção de Brasilia, em amistoso no "Pelezaõ". (Foto: Memorial Gamense)
1969. Seleção do DF. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
1969. Taça de campeão conquistada pelo Coenge, em 1969. (Foto: Memorial Gamense)
1969. Coenge F.C. Em pé: Carlos Morales (técnico) - Xixico - Ferraz - Hugo - Mauro - Tatá e Eustáquio. Agachados: Márcio Minhoca - Divino - Noé - Pelezinho e Oscar. (Foto: Memorial Gamense)
1969. Coenge F.C. Em pé: Pereira - Ferraz - Hugo - Mauro - Tatá e Eustáquio. Agachados: Márcio - Divino - Noé - Marcose e Oscar. (Foto:Memorial Gamense)
1967. Rabelo F.C.. (Foto: Almanaque do Futebol Brasiliense)
O "Pelezão foi inaugurado parcialmente no dia 21 de abril de 1965, com o jogo em que a Seleção do Distrito Federal perdeu para o Siderúrgica, campeão mineiro de 1964, por 3 X 1. (Foto: Almanaque do Futebol Brasiliense)
1963. Luziania F.C., vice-campeão de Brasilia. (Foto: Blog História do Futebol)
1963. A.E. Cruzeiro do Sul. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
Campo do Defele F.C.. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)
Defele F.C., tri-campeão de Brasilia, em 1960, 1961 e 1962. (Foto: Mistura Fina, Futebol e Amizade)

Um comentário:

Rodrigo D bessem disse...

SEM PALAVRAS !!! MUITO OBRIGADO POR FAZER A ALEGRIA DE QUEM REALMENTE GOSTA DE FUTEBOL .....MUITO BOM REVER AMIGOS QUE JÁ ESTÃO BRILHANDO NO CÉU ...SAUDADES DE TODOS ....