quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Futebol pernambucano


Givanildo começou a carreira no jornal Última Hora, em 1962, integrando a equipe de Esportes comandada por Lula Carlos, com quem viria dividir, de 65 a 72, no Diário da Noite, a coluna “Dois Toques” – um escrevia o “Toque Um” e o outro o “Toque Dois”. Integrou também a equipe de Esportes da Rádio Capibaribe, em 62, tendo posteriormente atuado na Rádio Jornal. Sua última participação em rádio, foi na Olinda, como comentarista, atividade que dividia com a função de copidesque do Diário de Pernambuco, onde chegou a escrever alguns capítulos da reedição do seu livro “História do Futebol em Pernambuco”, lançado há 20 anos. Recentemente, quando foi contratado pela Federação Pernambucana de Futebol, escreveu “85 Anos de Bola Rolando”, que teve prefácio do ministro Marcus Vinicius Vilaça e orelha do governador Jarbas Vasconcelos. Givanildo também foi presidente da ACDP (Associação dos Cronistas Desportivos de Pernambuco).







O América do Rio foi o primeiro time de outro Estado, a jogar no Recife.














Um comentário:

Anderson Caetano disse...

Eu lhe convido para participar do Meu blog Esportivo com Noticias atualizadas todos os dias, E DEIXE SEUS comentarios em baixo de cada postagens e meu blog e http://andersonoradialista.blogspot.com não precisa do www. OK.